sábado, 29 de maio de 2010

Entrevista da semana.

Certo domingo, eu acabara de chegar em casa, eram aproximadamente 19:35hrs, tinha andado com uma mala e uma mochila por um longo percurso, e, pra variar estava chovendo, e a fome batia fortemente.
Ao entrar em casa, recuperei-me do cansaço, resolvi ligar o notbook, e claro, logar no twitter, não lembro-me quem estava indicando uma twitcam de uma menina muito talentosa, resolvi apostar na indicação da pessoa. Deparei-me com uma bela voz cantando uma de minhas musicas preferidas ‘The only Exception – Paramore’, desde então, sigo-a no twitter e sempre que posso assisto suas twitcans’.
E é ela que eu e a Kalliana entrevistaremos hoje.

Espero realmente que gostem!

----------------------------

Nome: Mariana Carvalho Martins

Idade: 15 anos

Profissão: Estudante

Cidade: Piraju – São Paulo


------------------------------

[Trilha sonora da entrevista com a Mari Aqui]

Quando começou a cantar? Sua paixão pela musica é algo recente?

Sempre cantei, adoro música, desde pequena eu parava pra ouvir qualquer tipo de som, mesmo que não me agradasse. Minha paixão pela música não é algo recente, ela nasceu comigo, eu penso. *-*


Você toca violão há muito tempo?

Eu toco violão desde os onze anos de idade, que foi quando eu comecei meu curso, mas fiquei só três meses, depois parei. Como eu gostava demais, continuei tentando aprender sozinha. Já fazem quatro anos. Esse ano eu tentei voltar mas tive que sair por causa da minha mãe e por falta de tempo.


Já compôs alguma música? Se sim, já mostrou ao público. Se não, pensa em compor?

Não acho que o que eu escreva sejam composições, pra mim são apenas textos que falam sobre o que eu sinto. Me considero uma pessoa que nunca compôs nenhuma música e só não penso nisso porque eu realmente não consigo me inspirar pra fazer sair algo tão bom.


É verdade que você pretende ser médica ou engenheira e ter a musica só como hobby?

É verdade cara, eu quero ser médica ou engenheira! Acho que meu sonho sempre foi entrar numa faculdade, conseguir um diploma e mostrar pra todo mundo que eu sou capaz, entende? Música sempre vai ser meu hobby predileto, minha diversão. Eu amo cantar, só não levo isso a sério porque eu acredito que a fama não é pra mim.


Quais suas referencias musicais alem de Paramore?

Cara eu tenho muitas! Eu ouço muita música, acho que pra mim não são as bandas que valem, mas sim as músicas que elas produzem! Não sou fã ou acompanho o trabalho dessas bandas e cantores que eu vou citar, mas eu costumo curtir algumas músicas deles, que eu considero boas, com sentido. Lady Gaga, Beyoncé, Justin Bieber, Jonas Brothers, Boys Like Girls, Taylor Swift, Chris Brown, Kelly Clarkson, Avril Lavigne, Hey Monday, entre outras.


Como surgiu a ideia de colocar videos no Youtube? E twitcam? É só por esses meios que você divulga seu trabalho?

Na verdade meus amigos me influenciaram! Eu gravei cinco vídeos na casa de uma amiga, fiz o canal e postei no youtube! Comecei a divulgar no meu MSN e naquela época eu mal entrava no twitter, foi a partir de março que eu comecei a entrar bastante e no finzinho do mês a fazer twitcans! Não foi nada intencional sabe? Eu gravei, ficou legal, minha amiga pediu pra postar e eu coloquei o link no meu MSN. Só depois fui me envolver com twitter e twitcans, tipo, nada pra mostrar o que eu fazia sabe? Mais pra me divertir com os meus amigos, que foram os primeiros que vieram me assistir nas primeiras twitcans.


Qual foi sua reação ao saber que seu publico tinha chegado a mais de 1000 em uma twitcam?

Eu curto muito divulgar e pedir pra me falarem se algum famoso tá on pra tentar quebrar meu recorde! Primeiro porque eu queria provar pra todo mundo que alguém desconhecido pode passar de mil viewers numa twitcam com a ajuda de uma galera. Segundo porque mesmo com as pessoas elogiando, eu ainda não acredito nesse ‘potencial’ que eu tenho, sabe? Então eu preciso de avaliações de pessoas famosas, que talvez entendam do assunto! Quando minha twitcam passou de mil, eu fiquei super feliz, tipo, minha reação foi sei lá.. achei que nunca conseguiria sabe? Foi tão inesperado! Chegou a 1067 graças ao Tavares, da Fresno! Acho que nunca vou esquecer. *------*


Em uma de suas twitcans você disse ter dificuldade em musicas em português?

Não acho que eu tenha dificuldade! As pessoas tem me falado que minha voz fica melhor com músicas em inglês! Mas confesso que acho mais fácil cantar em inglês do que português e eu não sei te explicar ao certo o por quê. Acho que acabei acostumando, sabe? Meus amigos só me pediam músicas em inglês pra tocar e cantar.. então peguei isso de ‘exlcuir’ o português pra cantar.


Qual a música mais pedida nas twitcans?

Contando todas as twitcans que eu fiz, a música mais pedida foi e ainda é The Only Exception, Paramore! É unânime, eu tenho que tocar ela em todas.. muitas pessoas já enjoaram e até me chingam, mas a maioria pede e se eu vejo e sei tocar e cantar, eu canto e toco!


Qual o seu maior cuidado na hora de entrar ao vivo em uma twitcam?

Procuro fazer tudo (escovar os dentes, aquecimento da voz, afinar o violão, tomar água, etc) pra lá, em outro lugar! Eu só entro na twitcam quando eu tiver certeza de que eu não preciso mais olhar no espelho pra ver se eu passei o pó direito, ou pra bagunçar mais meu cabelo. Todo cuidado é pouco! Quando eu entro já tem uma galera esperando pra ver e eles clicam na hora que aparece! Se eu pago algum mico é bem difícil as pessoas esquecerem, né? Kk


Todo esse reconhecimento é gratificante?

Adoro toda essa bagunça de ‘quem quer twitcam levanta a mão’ ou ‘vamos entrar agora! vem comigo?’ Acho tão fofo quando as pessoas chegam em mim me elogiando, sei lá. Eu costumo parar pra pensar o por que de tudo isso, se eu mereço, se eu to fazendo valer a pena, pra mim e pra todo mundo que tá sempre comigo ali. Acho mais fofo ainda quando eu respondo alguém e a pessoa diz ‘para tudo, a Mari me respondeu!’ Tipo, claro que respondi! Vou responder enquanto puder, enquanto estiver aqui! Às vezes é bem difícil e eu costumo pedir mil desculpas, mas quando eu posso eu sempre to respondendo, é o mínimo que eu posso fazer por eles. Seguir e responder.


Ouvistes muitas críticas? Quais foram as que mais mexeram contigo?

Adoro críticas, desde que sejam construtivas! Pessoas que adoram vir falar mal e querem que eu veja eu costumo não suportar. A que mais mexeu comigo foi uma que apareceu no meu formspring, não achei o link agora, mas eu respondi a altura sabe? Eu não consigo ficar quieta quando acontece isso comigo, ou com qualquer pessoa que eu goste! Se você não curtiu meu jeito, minha personalidade, minha voz, vaza! Não critica antes de conhecer cara, não vale a pena. Eu já fiz muito isso e me ferrei bastante, me arrependi e pedi desculpas. Hoje eu costumo colocar em prática o que eu disse agora. Conhecer alguém e o que essa pessoa faz, analisar e tirar suas conclusões é fundamental, pra depois criticarmos.


E a "fama"? Atrapalha em alguma coisa?

Às vezes as pessoas ficam bravas com algum comentário meu, ou ficam pedindo indicações e isso me irrita um pouco, porque se eu to ali no twitter é pra falar sobre as minhas opiniões, certo? E indicações eu já disse os dias que acontecem e tudo mais. Acho que é só isso que atrapalha um pouco. Não me considero uma conhecida, sou apenas alguém que canta e toca violão como milhares de gurias muito boas que eu já ouvi, existentes por aí!


Seus pais e familiares a apoiam?

Minha mãe não sabe que eu tenho um twitter e quase seis mil e quinhentas pessoas me seguindo! Ela não sabe que eu faço twitcans. Ela só acha que eu gravo vídeos e coloco na internet. Ela disse gostar da minha voz, mas às vezes ela me manda calar a boca de tanto que eu canto. Só moramos ela e eu em casa, meus outros familiares não sabem que eu canto e meu pai e a família dele moram em outra cidade.


Já foi parada na rua por alguém que dizia ser seu super fã? Se não, qual seria sua reação caso isso acontecesse?

Nunca! Só meus amigos que às vezes zoam comigo haha. Acho que se acontecesse eu não teria reação, tipo, ‘como assim, você me conhece?’ Sério eu sou bem tapada e não conseguiria digerir isso de primeira. Eu moro numa cidade bem pequena do interior, é quase impossível acontecer, então eu procuro não pensar nisso! Kk


Conte-nos algo bizarro que te aconteceu depois que as pessoas passaram a te conhecer e conhecer seu trabalho.

Foi o que eu disse antes, do ‘mari, você me respondeu!’ no twitter, acho tão bizarro as pessoas pensarem que eu não vou responder, sei lá, deixar todo mundo no vácuo. Eu só não respondo quando é por exemplo um ‘magina’ ou uma carinha, ou sei lá, quando eu digo boa tarde e eles respondem! Eu só respondo quando me perguntam algo, quando querem conversar comigo ou comentam algo sobre mim, mesmo que não seja diretamente a mim!


Há alguma música que você canta o dia todo e não enjoa?

Não bem cantar, mas ouvir! Eu ouço muito thunder, do boys like girls, because of you, do ne-yo, no surprise, do daughtry e candles do hey monday. *-* costumo cantar bastante também, vai. Hahaha


E se você pudesse ser uma cantora famosa por um dia inteiro, quem seria?

Eu seria a Lady Gaga concerteza! É a maior influência musical de hoje no mundo Pop.


Considera-se famosa na internet?

Não me sinto no direito de me considerar famosa. Acho que famosa na internet pra mim é a Manoela Gavassi (?) (é assim o nome dela?), por exemplo.


Porque seguir todos os fãs no Twitter?

Uma forma de agradecimento?! Se o Justin Bieber sempre segue as pessoas quando tá no twitter e ele é um dos maiores astros teens da música, porque que eu, uma mera desconhecida, não poderia seguir todo mundo de volta? Eu gostaria de ser seguida de volta por alguém que fizesse twitcam, ou nem isso. Eu penso bastante no que eu gostaria que as pessoas fizessem por mim. Então eu faço por elas também.


Percebemos que você canta muitas músicas em Inglês. És fluente?

Eu faço inglês desde pequena e ainda não sou fluente! Queria ser, sério. D:


Já pensou em participar em algum programa de calouros?

Nunca! Primeiro porque eu sou menor de idade, tenho quinze anos ainda. Segundo porque eu não consigo encarar os jurados de um programa, morro de medo de errar alguma coisa e eles me esculacharem, sei lá. Haha


Algumas pessoas já te compararam com Mallu Magalhães, o que você acha disso?

Acho que essa comparação rolou porque ela só canta músicas em inglês! Não me acho em nada parecida com ela, a não ser por isso!



Algum artista que você admire já te elogiou? Se sim cite quem, qual foi o elogio qual foi sua reação.

Eu admiro todos os artistas que tão aí fazendo sucesso e todos os que já viram, nem que por dez segundos, a minha twitcam, minha reação foi de felicidade, claro! *-*


Família: Minha mãe e meus tios e tias, irmãos dela.

Meninos: Conheço mais meninos do que meninas, tenho mais amigos meninos, que meninas.

Amigos: Tudo pra mim.

Cantar: Minha paixão.

Inveja: Quem não tem?

Drogas: Em hipótese alguma usaria.

Futuro: Gostaria de saber o que ele tem pra mim.

Uma pessoa: O namorado.

Uma frase: A da minha bio no twitter; “eu vou dizer o que eu quiser e o que vier na minha cabeça. se eu não fizer isso, não serei eu mesma. “

Fama: Definitivamente, algo que não é pra mim.


Eu jamais faria: qualquer coisa pra prejudicar pessoas que eu amo.

Quero muito conseguir: passar na faculdade de medicina, ou engenharia.

Nunca pensei que: um dia passaria de 1000 viewers na twitcam.

Um perfil do Twitter: JoeJonas

Meu time do coração: São Paulo Futebol Clube. ♥



Mensagem da Mari para os leitores:


''Ah, eu queria agradecer à todos que leram a entrevista até o fim, os fãs do blog, as pessoas que me acompanham lá no twitter e obrigada a ti que quis fazer uma entrevista comigo! *-*''

------------------------------

Um dos videos da Mari no Youtube


---------------------------

Existem diversas formas que você pode encontrar a Mari:

Orkut|Twitter|Formspring|CanalNoYouTube|Twitpic

Se você ficou interessado em assistir alguma Twitcam dela, siga-a no Twitter, toda semana ela faz uma ou mais vezes, vale a pena conferir.

Ela ainda ganhou algumas comunidades no Orkut:

NósAmamosAMarianaMartins
Enfim
QueroUmCDDaMarianaMartins
UmDiaEuQueroVer
MarianaMartins
@mariianamartins

Se esqueci de alguma, ou de algum fã club que exista dela, avisem-me que eu posto aqui.

-------------------------

Talento varias pessoas possuem, porém, a capacidade de cativar poucos conseguem.

-------------------------

Pessoas, desculpem a demora em postar as entrevistas, fiquei praticamente duas semanas sem entrevistar alguem, realmente falhei nisso, estou com varios trabalhos da faculdade a fazer, ando não postando muitos textos tambem, porem, estou escrevendo uma historia pra postar aqui, minha segunda desde a criação do blog =D.

Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.

quinta-feira, 27 de maio de 2010



**A introdução desse texto foi removida pelo autor**


A maioria dos conselhos são sempre iguais, do tipo clichê mesmo, você tem que ter coragem, tem que fazer diferente, na próxima será diferente... bla ... bla ... bla ...

Já cheguei até em acreditar nisso, pensar ‘’que maravilha que será tudo ''diferente''’’, francamente, comigo não rola mais assim.

Decidi:

Que minha vida social esta a um fio, então fico com a digital.
Que não quero experimentar a temperatura da porta pra fora.
Que não vou fumar, beber, ou então, experimentar algum tipo de droga.
Que cansei de ler, ler e ler, quero produzir, quero escrever.
Que não quero mais enganar meus sentimentos, quero usar do sarcasmo com as pessoas.
Que vou engolir minha sinceridade, guarda-la em um tudo em ensaio vedado onde ninguém o encontre.
Que vou separar minhas melhores frases clichês e usa-las, quero que dane-se.
Que serei contraditório.
Que não votarei na mesma pessoa que a maioria vota, voto por propostas e não por popularidade.
Que quero viver minha rotina, adoro rotinas.
Que meu mau humor matinal é o que torna minhas manhãs mais interessantes.

Decidi que o amor entre pessoas não existe [refiro-me o do tipo carnal o.~], é falsidade, hipocrisia, sejamos hipócritas então.

Não estou desiludido, muito menos em depressão, não sou um corno inconformado [afinal relacionamentos nunca foram meu forte], não estou desabafando, expressar, escrever, quero apenas enxergar a realidade [sente o sarcasmo?].

Vamos dançar comigo nessa realidade?

#MomentoAmy


[Hoje Não tem trilha sonora]


Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.

domingo, 23 de maio de 2010


Quero minha criatividade de volta.

Alguem a viu?

Se virem avisem que eu pago bem
pra ela voltar e ficar
definitivamente.

Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.

domingo, 16 de maio de 2010





Acho que o tempo fez bem a ela!

Hoje acordei com a sensação que meu dia sera igual ao final de Viver a Vida ''Totalmente previsivel e sem graça''. As vezes pergunto-me como seria minha vida sem isso aqui.

Ps: O forte dessa postagem é o video, sacas?


Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.

sábado, 15 de maio de 2010

Vamos?



Dane-se o tamanho da imagem ou a qualidade que ela ficara!


Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.


quarta-feira, 12 de maio de 2010

AWinne

1 - Ps: Ainda não adaptei- me a nova correção ortográfica.
1.1 - Ps: Detesto ela.

------------------------------------

Uma das coisas estranhas que acontecem morando sozinho, é quando criamos ‘psico-personagens’.

Eu criei a minha, a Amy Winne.



Minha Amy foi inspirada na Winehouse, mas agora ela evoluiu para Amy Winne [com dois n’s, ela disse que acha chique].

Ela vive para manter seus vícios, alem da bebida, consome incontrolavelmente cigarro, café e antidepressivos. Mudou-se da sua vida badalada em Londres para viver em meu mundo psicológico de 40m² .

Às vezes ela sofre alguns pequenos surtos psicológicos, e acaba destruindo coisas, o famoso #MomentoAmy. Não tenho medo, na verdade eu sempre consigo acalmá-la, depois de alguns hematomas e arranhões, claro! Faço um café bem BEM forte, venço o alcoolismo dela, e deixo-a mais calma, aparentemente.

Psicologicamente ela aparenta ser a maior mulher que já conheci, fisicamente tem 169 cm, pesa 54 kg. Seus cabelos são pretos com uma ou duas mechas, olhos castanhos, porem, com lentes azuis, dentes amarelos [por causa do cigarro], pele oleosa e trabalhada na maquiagem, nunca comentamos sobre sua idade, mas acho que tem de 23 a 27 anos, depende da hora do dia que você a olha.

Ela possui um lado exagerado, explosivo, consumista, compulsivo, mas, o outro lado é criativo. Escrever letras de musicas é seu forte. Talvez escreva uma pra mim. Isso se eu permitir que ela migre para outros lugares. Só em pensar em perder algo que agita meu ‘psico-mundo’ já começo a me entediar. Isso nunca acontecera, vocês ainda irão ler muitos textos sobre os barracos da Amy.

Acho que algumas atitudes dela são as que eu não tenho, e, gostaria de ter. Não digo os vícios, mas sim à coragem de desbravar as coisas e viver intensamente sem preocupar-se com o pensamento alheio [meio clichê isso não?].



Esperem um pouco, vou ali jogar o Whisky da Amy pela janela.

Ufa consegui! Ela sempre consegue esconder algo.
Sorte minha que no limitado 40m² é fácil de achar,
menos meus óculos, pena eu enxergar mal sem
eles e ela saber disso.

Faz dias que meus óculos voaram pela janela,
ela mesma encarregou-se de fazer isso.
Esperta não?




Impura, incerta, incoerente,
totalmente perdida de si.

Porem

Sua voz é linda.




Ela não esta nem ai pra você ou sobre o que você pensara de nossa relação. Ela vive o agora.

Ela é a razão e eu a emoção.
Ela gosta de barracos e eu de discrição.
Ela curte palavrões e eu prefiro não fala-los.
Ela gosta de escrever e eu de ler
Ela prefere dormir durante o dia e eu a noite.
Ela é o sim, sim, sim e eu o não, talvez, veremos.
E chega de diferenças. Não quero.


Nos encontramos em meu psicológico e firmamos uma troca de favores e sentimentos.

Algumas palavras dela:

''Desde que cheguei em casa,
bem, meu corpo está ficando um lixo,
e eu sinto falta do seu cabelo ruivo,
e do jeito que você gosta de se vestir.''

Sim Amy!
Sinta falta.

Dane-se a incoerência do meu texto. Dane-se o que pensara #MomentoAmy



Talvez assim, eu tenha uma amiga fiel de carne e osso, assim ... psicologicamente, onde ninguem possa encher a cabeça dela com mentiras.


NaLamaComAW


Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.

sábado, 8 de maio de 2010

Entrevista da semana.

Na minha adolescência conheci o mangá, desde então, comecei a desenhar, ler, assistir tudo que existe relacionado a isso. Anos atraz eu criei um perfil fake no Orkut pra divulgar meus desenhos e ter contato com pessoas que tinham mais experiência no desenho que eu, não me lembro como e onde eu encontrei uma desenhista que sempre tive como exemplo, então, adicionei ela no MSN. Isso aconteceu a uns três [ou mais] anos atraz. Desde então eu não havia mais conversado com ela, e fazem aproximadamente um ou dois anos que parei de desenhar. Logo que abri a sessão de entrevistas pensei em entrevistar um desenhista de mangá, não só por eu gostar, mas também para levar um pouco mais desse assunto as pessoas.
Fui até minha lista de contatos para ver se ainda havia algum desenhista daquela época, e pra minha surpresa a Aline estava on-line, então, conversei com a Kalliana e ela adorou a ideia. Resolvi então puxar conversa com a Aline e perguntar se ela aceitava dar uma entrevista para meu blog, ela gentilmente aceitou. Então, hoje posto a entrevista da mangaka Aline.

Espero realmente que gostem!

----------------------------------------------
Nome: Aline Camila Diniz da Silva
Idade: 20 anos
Profissão: Auxiliar de Escritório
(nada a ver com o desenho! XD)
Onde mora: Em São Paulo
[Trilha sonora da entrevista clique Aqui]

-----------------------------

Aline, antes de começarmos nossas perguntas de rotina, gostaria que você explicasse para os leitores o que é o mangá?

Bom eu vou tentar explicar... xD
O termo Mangá é o nome dado aos quadrinhos japoneses. Totalmente diferente dos quadrinhos americanos... São aqueles com faces mais simplificadas e olhos grandes para dar melhor sinopse de suas expressões e sentimentos (trabalhamos mais com os personagens também).
Normalmente com algumas páginas coloridas, mas sempre tendendo ao preto e branco, o cinza que vemos chama-se reticula.
Já presenciei muita gente o chamando de gibi... Mesmo tendo 200 paginas... Ou estando em japonês mesmo...
Aqui no Brasil para apresentar algo independente e bem inicial nesta classe chama-se fanzine (Fan + Magazine), que é onde eu tenho me dedicado sem patrocínio, editoras ou auxilio financeiro de terceiros.
É uma das formas que uso para treinar meu estilo mangá.

Como você começou?
Bom eu assistia muito alguns desenhos animados na minha infância e a minha maior inspiração foi o Sonic. Só conheci o mangá depois de ter visto Pokemon e Digimon aos 12 anos, que por interesse fui pesquisar o estilo deles e acabei gostando.
Nesta época já devorava muitos livros que mencionavam o tema de desenho artístico ou Cartoon.
Em quem você se inspirou para começar a desenhar? É algo que gosta desde criança?
Sonic foi o ápice da área de desenhos para mim e depois de conhecer outros, eu adotei um estilo mais voltado mesmo ao mangá... E um que não poderia deixar de comentar é do estilo do que fez Shaman king que conheci aos 13 anos. Foi nesta época que comprei meu 1° mangá... Apesar do traço simples os cenários eram impecáveis!Bom... Também sempre gostei de ler e isso me incentiva muito quando estou sem idéias para criar algo novo numa ilustração... O problema é lembrar em qual parte parei no momento que fui rabiscar. XD
Você sentiu muita dificuldade no inicio? Foi muito criticada?
Criticas era o que eu mais ouvia, mas acho que deve ser por isso que consigo aceita-las tranquilamente. Nem mesmo o apoio de minha família quanto a isso eu tive, mas não deixei de desistir só por causa destas condições. Estou seguindo em frente conforme minhas pequenas convicções não realizadas
O que te inspira a desenhar?
Três coisas... Meus grandes amigos, meus personagens originais e as musicas clássicas + de animes que gosto! /o/
Quando você percebeu que seus desenhos estavam num nível profissional?
Eu nunca achei que cheguei a isso. Eu apenas sinto-me como uma aluna qualquer que esta a disposição para treinar seu estilo em qualquer momento enquanto continuar a viver.
Eu existo conforme minhas convicções. xD
Qual sua maior dificuldade em desenhar? Qual seu maior desafio?
Desenhar Realismo... Acredite...
Você já fez curso de desenho? Pretente fazer algum pra especializar-se mais?
Nunca fiz, mas amaria estar fazendo um! (lembre-se quero aprender realismo ainda /o/ mesmo que seja só o básico...)

Qual seu estilo? Se possível explique-o para os leitores.
Shoujo é o mangá voltado para as meninas... E eu me habituo a ele pela forma de se expressar usando as feições e palavras limpas (ou não... xD).
O desenho tende a ser mais detalhado e cheio de carisma, vamos mostrar o romance também Shonen que é para os meninos abrange outras formas de se expressar... Principalmente pelos seus ângulos de ação /o/ e também não misturamos muitas coisas melosas... XD algo bem próprio para meninos, se bem que vemos meninas que gostam deste gênero.
As historias destes 2 também são realistas ou fantasiosas...dependendo do autor.
Bom meu estilo é uma mistura disso e com um pouco de comédia, fora a realidade das avessas igual a um final fantasy, apesar de nunca ter jogado.! /o/

Qual a maior decepção que você já teve desenhando?
Treinando realismo... No momento não tenho pratica com esta etapa de artes e erro lindamente até quando pratico perspectiva.
Admito que erro mais quando estou com sono do que quando ando com fome.
Explique-me como surgiu o nome Nidoriko? Você usa ele como pseudonome na internet?
Sim sim...! Nidoriko ou Nyo é um dos pseudonome de uma das minhas personagens bem antigas... Faz muito tempo que não a desenho que devo até ter esquecido sua fisionomia! XD
Adotei o nome por ser fofinho de alguma forma... Os que me conhecem mais tempo vivem me chamando pelo nome verdadeiro... É tenso porque estou mais acostumada com isso no meu trabalho! XD
Como você teve a idéia de criar o Deviantart?
Não foi bem uma idéia, foi mais uma vontade de conhecer novas pessoas e poder melhorar ainda mais as minhas técnicas digitais/tradicionais para a confecção de meus quadrinhos.
Foi por lá que conheci vários programas alem do photoshop.
Atualmente o levo de forma mais seria apesar de no momento estar tremendamente ausente pela falta de tempo.
Como você divulga seu Deviantart?
Normalmente passo a amigos dali ou fora que distribuem, comentam ou apresentam o fanzine/link de alguma forma... Até mesmo nos próprios eventos que visito para passeios e compras... Não costumo publicar nas revistas ._.
Quais seus autores favoritos?
Bom minha mestra Zaphk. Adoro os trabalhos dela tanto como pessoa e como uma profissional. Caso queiram conhecer os trabalhos dela aqui esta o link do deviantart:

Existem outras pessoas, mas não pertencem aqui realmente do Br... Admiro a arte, mas não convivo numa linha de comunicação com elas por serem muito ocupadas ou pop’s para responderem mais de 1.000 comentários por dia.
E seus mangás e animes favoritos, quais são?
Gosto de Shaman king, Fullmetal Alchemist e love hina! (sou meio as avessas com algumas coisas deste sentido…)
Conte-me um pouco da historia de seu mangá.
Bom o começo que fiz no fanzine é muito confuso, mas é devido à introdução inteira ter ficado no numero dois... Fiquei triste com isso! ><’ e... Indo ao fator da pergunta! A historia se passa numa cidade acadêmica no ano de 1978, o que não aparenta nem um pouco por causa dos lideres que constituíram/reconstruíram aquele local apos um incidente que acabou com a vida de muitos cidadões.
Rhes(Hagushiou Hagu) é o nosso personagem principal e que após fugir de casa tenta viver de uma forma normal no mundo exterior com sua nova família de amigos, tentando esquecer seu passado tenebroso.
Até que após “um fato” se envolve num projeto secreto que mudará sua maneira de agir completamente, ou não. XD
O tema do Fanzine é o mundo de preto&branco.



Qual seu personagem criado por algum outro autor favorito? E qual personagem, criado por você, que você mais gosta? Existe alguma semelhança física ou psicologia entre eles?
Gosto do estilo de Edward Elric (FullMetal alchemist)! Adoro o jeito dele de ser! ;_;
Bom sobre isso o Rhes é as minhas personificações se fosse homem... Tem coisas que gosto em certos protagonistas de outras historias, mas tem umas que não curti muito ou me desapontaram no final... ;_;
Já informando meu personagem que mencionei é o que eu mais gosto e admiro... O Rhes.
O Nome e o estilo dele vêm de uma única frase... “Tentar ser livre e solto sem problemas.” Parece tema pra refletir... Mas é uma realidade minha que vivi e botei nele... o lado psicológico não é igual ao meu senão não seria uma humana! XD

Coloque o link de 3 desenhos que sejam seus favoritos:

Existe alguma concorrência entre desenhistas profissionais?
Sempre houve, mas no momento para mim é dar o meu melhor no estilo mangá 100% brasileiro que construo, mesmo que demore em ser publicado há sempre outros meios de se executar isso, basta ser criativo!Não me importo com disputas.Gostaria de estar mais ciente de vários fatos bons quanto a isso atualmente, pois tive que fazer escolhas para manter o que eu gosto como menos horas de sono ou mais estudos elevados.

Você já publicou algum desenho seu em algum lugar?
Nunca publiquei por vergonha, mas talvez nestes próximos períodos mude de idéia.
Algum dia você pretente viver só de desenho?
Sim! Porém no momento tenho que aceitar o fato de que tenho muito disto para estudar e treinar para ser como os grandes profissionais!

Algum de seus desenhistas favoritos já te elogiaram?
Bom minha mestra elogiou sim e gostaria de me bater se não fizer a próxima edição do meu fanzine.... Talvez seja pelos personagens... Fora meus amigos e minha aluna na qual prezo tanto pelos comentários sinceros desejam a conclusão deste trabalho.






Em conversa agora no MSN você contou-me que vende seus mangás, fale como alguém pode compra-lo se houver o interesse.
Caso estejam interessados poderiam entrar em contato comigo neste e-mail: aline.c.ds@hotmail.com, lá explicarei as formas que podemos combinar do envio/pagamento do mesmo.

Veja as dicas que a Aline deixou pra você que esta começando a desenhar agora:
Bom... Você tem que estar ciente que criticas e elogios sempre virão. Pode ser com muita positividade ou não... o que importa é não desanimar e sempre buscar o melhor, que agrade ou desagrade mas saiba executar e envolver-se com o que mais gosta é o que eu mais faço... Trabalho acreditando no que eu mais acredito/tenho certeza... Visualize sua forma de pensar e seu estilo... Cada um tem o seu!
E sempre numa medida....
Saber organizar as coisas e momentos são importantes também, porque você fará uma escolha mesmo que seja voltada para hobbies ou trabalho... Cada um tem sua dinâmica e opção.
Vamos a sessão Relacione:


Família: Realidade
Amigos: Companheirismo
Trabalho: Evolução profissional.
Desenhar pra mim é: Fazer o que mais gosto.
Um anime: tem que ser divertido também, ne?
Homens são: estranhos... Mas divertidos! XD
Uma pessoa: se for de animes quero o Edward Elric (FMA)
Manga ou anime: Fullmetal Alchemist (os 2)
Uma frase: Viva conforme suas convicções

A Aline deixou uma mensagem para os leitores:

Bom eu posso parecer muito bobinha ou criança comentando, mas como estou abrindo os olhos para uma realidade totalmente interessante e nova obviamente não darei pra trás com criticas destrutivas e comentários banais de muitos superiores, pelo contrario farei o possível para absorvê-las e melhorar meu estilo, afinal eu amo o que faço e quero aprender!

-----------------------------------------------------

Quer conhecer um pouco mais do trabalho da Aline? Então acesse:
E siga também o blog da Aline:

Adicione ela tambem no:


---------------------------------------------

Como a entrevista dessa semana foi com uma desenhista experiente, fiz parceria com uma comunidade no Orkut a ''Aprenda a Desenhar Mangá'', abri um tópico la para divulgar a entrevista, se você esta começando a desenhar agora, ou ja desenha a algum tempo, essa comunidade é uma boa pedida, la recebera dicas de desenhistas mais experientes e compartilhara o que ja sabe. Fica a Dica.


---------------------------------------------

Espero realmente que tenham gostado, ja estou correndo atraz da entrevista da semana que vem. Nos comentarios, alem de falar da entrevista da Aline, gostaria que vocês me falassem no que posso melhorar nas proximas entrevistas.

Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.