quarta-feira, 12 de maio de 2010

AWinne

1 - Ps: Ainda não adaptei- me a nova correção ortográfica.
1.1 - Ps: Detesto ela.

------------------------------------

Uma das coisas estranhas que acontecem morando sozinho, é quando criamos ‘psico-personagens’.

Eu criei a minha, a Amy Winne.



Minha Amy foi inspirada na Winehouse, mas agora ela evoluiu para Amy Winne [com dois n’s, ela disse que acha chique].

Ela vive para manter seus vícios, alem da bebida, consome incontrolavelmente cigarro, café e antidepressivos. Mudou-se da sua vida badalada em Londres para viver em meu mundo psicológico de 40m² .

Às vezes ela sofre alguns pequenos surtos psicológicos, e acaba destruindo coisas, o famoso #MomentoAmy. Não tenho medo, na verdade eu sempre consigo acalmá-la, depois de alguns hematomas e arranhões, claro! Faço um café bem BEM forte, venço o alcoolismo dela, e deixo-a mais calma, aparentemente.

Psicologicamente ela aparenta ser a maior mulher que já conheci, fisicamente tem 169 cm, pesa 54 kg. Seus cabelos são pretos com uma ou duas mechas, olhos castanhos, porem, com lentes azuis, dentes amarelos [por causa do cigarro], pele oleosa e trabalhada na maquiagem, nunca comentamos sobre sua idade, mas acho que tem de 23 a 27 anos, depende da hora do dia que você a olha.

Ela possui um lado exagerado, explosivo, consumista, compulsivo, mas, o outro lado é criativo. Escrever letras de musicas é seu forte. Talvez escreva uma pra mim. Isso se eu permitir que ela migre para outros lugares. Só em pensar em perder algo que agita meu ‘psico-mundo’ já começo a me entediar. Isso nunca acontecera, vocês ainda irão ler muitos textos sobre os barracos da Amy.

Acho que algumas atitudes dela são as que eu não tenho, e, gostaria de ter. Não digo os vícios, mas sim à coragem de desbravar as coisas e viver intensamente sem preocupar-se com o pensamento alheio [meio clichê isso não?].



Esperem um pouco, vou ali jogar o Whisky da Amy pela janela.

Ufa consegui! Ela sempre consegue esconder algo.
Sorte minha que no limitado 40m² é fácil de achar,
menos meus óculos, pena eu enxergar mal sem
eles e ela saber disso.

Faz dias que meus óculos voaram pela janela,
ela mesma encarregou-se de fazer isso.
Esperta não?




Impura, incerta, incoerente,
totalmente perdida de si.

Porem

Sua voz é linda.




Ela não esta nem ai pra você ou sobre o que você pensara de nossa relação. Ela vive o agora.

Ela é a razão e eu a emoção.
Ela gosta de barracos e eu de discrição.
Ela curte palavrões e eu prefiro não fala-los.
Ela gosta de escrever e eu de ler
Ela prefere dormir durante o dia e eu a noite.
Ela é o sim, sim, sim e eu o não, talvez, veremos.
E chega de diferenças. Não quero.


Nos encontramos em meu psicológico e firmamos uma troca de favores e sentimentos.

Algumas palavras dela:

''Desde que cheguei em casa,
bem, meu corpo está ficando um lixo,
e eu sinto falta do seu cabelo ruivo,
e do jeito que você gosta de se vestir.''

Sim Amy!
Sinta falta.

Dane-se a incoerência do meu texto. Dane-se o que pensara #MomentoAmy



Talvez assim, eu tenha uma amiga fiel de carne e osso, assim ... psicologicamente, onde ninguem possa encher a cabeça dela com mentiras.


NaLamaComAW


Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.

10 comentários:

  1. THE BEST POST EVEEEEEEEER!
    Tô boquiaberta com tamanha criatividade. Leve pontada de inveja, admito.
    Na minha opinião foi um dos seus melhores posts do blog... Não foi uma, mas sim duas doses de Ach.
    Tô até sem palavras...
    Parabéns Cello... Tô até orgulhosa hahah *-*

    ResponderExcluir
  2. Ousadia é uma virtude que precisamos trabalhar em nós sem levar em consideração os olhares alheios...goste ou não goste é assim que somos ou melhor é assim que precisamos ser! ;) mto bem...

    ResponderExcluir
  3. Nossa gostei MUITO do post! Super criativo!

    E admito que já criei e tenho meus ‘psico-personagens’!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ah queria ter um pouquinho da ousadia e da voz da Amy Winne! *-*

    Já tive meus #MomentoAmy e amo as músicas dela ! *_*

    Meus Parabéns pelo post Cello!
    Muito bom!


    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. A Marceloooo... Traz ela um dia aqui em casa pra gente bate um papo sobre "saúde", "comportamneto", beleza essas coisas de mulherzinha!!!

    ResponderExcluir
  5. Aah tem mais uma coisa...
    Eu tb tenho um ‘psico-personagem’!
    O nome dele é Pedro!
    rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  6. AMEEI !

    e realmente acho q todos temos os nossos psico-personagens .. são eles que nos incentivam d alguma forma a continuar, a buscar , aa tantas coisas !
    AmyWinne . criatividade altaaaaaaa !
    paarabéns !

    Beeeijo .U

    ResponderExcluir
  7. Muuuito bom, acho q todos deveríamos ter um psico-personagem, faz bem ter alguém com quem compartilhar certas coisas da vida e não ser julgado no final.


    Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. hauhsuahudhauhsua me rachei de rir com a luh, eu tambem tenho um
    O Marcus!!!!!


    Muito bom o post cellinho.
    Bjus!!!!

    ResponderExcluir
  9. Cara, adoreei o post. A música no final então, "SENSACIONAL"! Uma das minhas favoritas e amei o seu post *--*

    ResponderExcluir
  10. Dane-se o que os outros pensam e dane-se o seu lado que não acredita, mas digo: Você tem muito talento e este post fico maravilhoso.
    Agora não se envergonhe, quem não tem um psico-personagem, pelo qual algumas atitudes ou ausência delas nós queríamos ter a coragem de ter?
    Creio que todos aqueles que enlouquecem com o mundo, cria um louco para não enlouquecer (parece pleonasmo, mas isso faz sentido para quem o sente).
    Parabéns pelo post e parabéns pelo blog, como é bom ter pessoas talentosas e que compartilham esse talento para que possamos ler, sentir...
    Adorei guri, de verdade!
    Sucesso!

    ResponderExcluir