sábado, 15 de maio de 2010

Vamos?



Dane-se o tamanho da imagem ou a qualidade que ela ficara!


Fiquem com Deus;
Abraço;
Marcelo Soares.


5 comentários:

  1. Eu seria cúmplice ao comentar nesse post...
    Depois de tantas "tempestades", a gente realmente aprende a dançar na chuva e esquecer a vida.
    Adorei!!
    Esse post é a minha carinha, literalmente.

    ResponderExcluir
  2. Put'z, amei!
    A música pára, a dança pára.. a vida pára! :D
    Perfeito! rs

    ResponderExcluir
  3. E este post me fez refletir, o que será que realmente quis dizer ao colocar: "Até o crucial momento que a música parar" ?
    Creio que deixou isso para que reflitamos mesmo, pois seria o parar da música a chance para que outra toque?
    Bom enquanto esta não para, que possamos dançar, na chuva, no sol, em qualquer lugar, apenas curtir uma música, apenas dançar.

    ResponderExcluir
  4. Amei o post!


    "Dane-se o tamanho da imagem ou a qualidade que ela ficara"

    Reconheci influência da Amy Winne!
    hsushsushdushdushdushdushdushdushdus

    ResponderExcluir
  5. Lembrei me da infância, quando chovia e o dia estava quente, tinha permissão para brincar na chuva e era muito bom.
    Em meu blog eu postei um presente que recebi do céu. Literalmente. E agora venho lhe convidar para dar a sua contribuição em forma de comentário. E se achar que mereço o seu apoio, vote em meu blog para o Prêmio Top Blog 2010. Mas se você também estiver concorrendo na mesma categoria que eu (variedades), queira me desculpar. Abraço do Jefhcardoso
    http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir