quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Eu!

Não gosto de deparar-me com paradigmas, se somos o que gostamos, se somos o que vivemos, não vivo na opinião alheia, não vivo com o que acham, com o que pensam. Vivo o que me faz feliz, vivo o que me é real, vivo o que me é plausível.
Viver é muito mais que musicas, artistas, roupas, filme, series, muito mais que apenas consumir, muito mais que criticar as pessoas, muito mais que tirar conclusões, viver é muito mais que as estrelas do céu, muito mais que as borboletas que preenchem nosso estomago.
Não pertenço a um mundo de desigualdades, a um mundo de violência, em um mundo onde o possuir e o usar valem mais que o caráter, valem mais do que eu possa sentir. Não pertenço a esse mundo. Não quero pertencer.
Não quero o caos da porta pra fora em minha vida, meus problemas não diminuem os seus, minhas opiniões não te forçam a largar as suas, minha estrutura é essa, Deus me deu. Deus é tão generoso em me deixar viver aqui, é tão bondoso em querer que eu frutifique, mesmo com toda essa turbulência de opiniões!
Sou sinceridades, sou emoções, sou fraquezas, sou o que fala demais com quem amo, sou o que fico quieto com quem duvido do caráter, sou o tímido da faculdade e o insuportável com meus amigos, não tenho duas caras, não sou duas pessoas, sou o que sinto no momento, sou minha realidade, sou essas confusões de ideias, esse turbilhão de sentimentos, sou eu, sou Marcelo Soares. Seja bem vindo ao meu mundo!


Amados, fiz um Facebook, estava com um pequeno problema para aceitar as pessoas, porem, ja resolvi! Então tornem-se meus amigos la também clicando AQUI!

Fiquem com Deus.
Abraço.
Marcelo Soares.

10 comentários:

  1. Realmente paradigmas só tem o papel de nos
    pasteurizar ! Hoho .
    E quem te conhece sabe que todas essas descrições pessoais suas, são verdadeiras. Vc, pelo menos pra mim, é exatamente assim.

    Beijos Marcelo,
    http://noiaseconceitos.blogspot.com
    Passa lá ;D

    Yaaas.

    ResponderExcluir
  2. você poderia mudar o titulo desse texto para nós.
    essa descrição é fantastica..
    me enquadro quase que perfeitamente nela ^^

    me comporto com o q eu acho.. e não ligo para os que os outros deixam ou pensa sobre o q faço, e não ligo para o q os outros fazem.

    a melhor maneira de se viver a vida é assim!
    senão vc vira um felipe neto da vida.. neurotico q se preoucupa com tudo. hahaha

    forte abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito!
    Principalmente da parte "Sou sinceridades, sou emoções, sou fraquezas, sou o que fala demais com quem amo, sou o que fico quieto com quem duvido do caráter"

    Muito bom! Quem dera soubesse fazer uma definição minha tão boa assim.

    Parabéns! :)

    Beeijos!

    ResponderExcluir
  4. Cada vez gosto mais dos seus textos, me identifico e entendo o que você diz. Somos o que somos, independente do que parecemos ou queremos ser. É algo bem maior para ser explicado.
    Parabéns Marcelo pelo blog, o novo layout ficou bem bacana (obs: a barra de rolagem era por causa do monitor mesmo).
    Abraço

    Karen Vallerie

    ResponderExcluir
  5. O simples fato de pensar o que somos já nos leva a uma imensa confusão. Não importa se você diz com certeza que é isto, é aquilo, você sempre poderá ser diferente. Eu NÃO sei utilizar o Facebook rsrsrs Esqueci até mesmo minha senha, mas vou lembrar e tentar te adicionar lá.Você sabe utilizar aquilo?

    ResponderExcluir
  6. Eles não deveriam exterminar os cães de primeira mesmo, mas analisando o SUS e como ele realmente é, fico imaginado se com os cães é diferente. Tenho quase certeza que muitos são exterminados sem ter o devido "julgamento".

    ResponderExcluir
  7. Vc é gente, isso basta.

    O barato da vida é isso...Somos todos diferentes em um universo particular único.

    Bjos querido.

    ResponderExcluir
  8. Fascinante essa sua descrição...gostei.

    é a primeira vez que passo por aqui...voltarei outras vezes.

    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  9. Lindo o texto, me identifiquei muito.
    Eu sempre me identifico muito com ele, e o fato de nós sempre querermos entender o que somos nos leva a ser pessoas completamente irracionais e sem nexo algum para alguns que não conseguem enxergar a grandeza de um ser.
    Achei esse texto único e exclusivamente seu, fala somente sobre você.
    Tão único que você não inibe nenhuma de seus atos, nenhum de seus pensamentos.

    Parabéns Marcelo, abraços.

    ResponderExcluir
  10. Roupas, filmes, musicas, apenas fazem parte da vida, talvez seja a porta de entrada ou o jardim para se conhecer realmente uma pessoa, mas acredito que nunca vamos conhecer por inteiro uma pessoa, talvez nem a nós mesmos...
    Perfeito seu texto! Amei!!
    Um abraço!

    ResponderExcluir