sábado, 25 de setembro de 2010

Parênteses

By Muszka

Parêntese 1
As tardes chatas em cima de livros, apostilas, resumos e anotações nas bordas do caderno acabaram, e, com elas acabaram as inseguranças e incertezas de um resultado dose-dependente.

Noticias boas chegaram e trouxeram com elas algumas esperanças, sei que a tempos jurei não tentar sentir isso de novo, mas até promessas juradas podem ser quebradas, o ‘pra sempre’ por exemplo, na maioria das vezes não dura o tempo prometido, fracos né?

O fato é que voltei a fantasiar com a mesma intensidade que voltei a reviver um passado adorável, gostoso e, digamos, eterno, por mais proibido que seja.

Não julgue as noticias que chegam até você sem tentar olha-la por todos os lados, sem antes procurar possibilidades, formas e trejeitos de aproveitá-la da melhor forma, estou fazendo isso nesse momento, o no que isso resultara? Bom isso a Deus pertence!

Não vou contar vantagem, muito menos espalhar a noticia por ai, sei que o vento se encarrega de leva-la, mas sei também que o caminho do vento é incerto, não vou arriscar-me em deixa-la chegar a ouvidos sujos, mesmo sabendo que arriscar seja tentador e extremamente provocante.

Parêntese 2
Meu ultimo texto ~~ ‘’Pros’’ macho ~~ foi o mais diferente que já escrevi até hoje por aqui, muitas pessoas adoraram, algumas falaram pra eu manter esse estilo, já outras não gostaram, sei que a divisão de opiniões é comum em todos os textos que qualquer pessoa escreva, sei também que as criticas sempre aparecem, adoro criticas, acho que através delas crescemos, aprendemos, mas tenho algumas considerações sobre:

1)      Só critique se tiver argumento!
2)      Se for pra criticar mostre seu rosto, assine a critica, não tenha medo de não ser aceito, prefira ser você mesmo!

Sei que essa lista poderia ser maior, mas resumi, o fato é que andaram aparecendo criticas em meus comentários em que o tal ser critico não identificou-se, isso tudo é medo de não ser aceito? Não tenha medo, eu mantenho minha educação, não vou descer ao nível de ninguém, a não ser que você seja tão superior a ponto de descer até o meu. Sei que foi um desabafo meio #OrkutFeeling, mas resolvi abrir esse parêntese pra dizer aos caros amigos anônimos que a partir de hoje não permito mais comentários anônimos, se quiser criticar vai ter que mostrar a cara!

Fiquem com Deus||Abraço||Marcelo Soares

3 comentários:

  1. Boa noite Marcelo, adorei seu texto, alias sempre gosto mto do q posta aqui. Acho super bacana isso q fez, e tambem penso assim, pra q se esconder e nao mostrar o q é? acho q qm comenta como "anônimo" realmente tem vergonha do q é, ou tem medo de ter umas verdades como resposta ao q comentou rs
    até mais, bjo;*
    assi: Dyhé.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marcelllo..., hummm o que vc fala no "parêntese 1", seria parte do que vc já vem escrevendo sobre a sua "namorada?" enfim, agora tenho mais um suspeita!!!

    hmauhahumahuahuahymauha

    http://deborahromaniuk.blogspot.com/

    Bjos..

    ResponderExcluir
  3. Permita-se!

    Já pus os banners no meu blog :D
    Abração:*

    ResponderExcluir