quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

#2010Memories



2010 foi um ano especial pra mim, minha vida mudou, acredito ter amadurecido muito, o termo ‘amadurecer’ varia muito do ponto de vista de quem lê. Comecei uma nova vida morando sozinho, sobrevivi. Fiz novas amizades, sobrevivi. Enfrentei chuva, frio, calor e até enchente pra ir pra faculdade, sobrevivi. Participei de minha primeira cirurgia, sobrevivi, porem percebi que ser um cirurgião esta fora dos meus planos para o futuro. Peguei minha carteira de motorista definitiva, e apesar de não dirigir, sobrevivi. Perdi uma grande amiga, o que foi uma das fases mais difíceis na minha vida, ainda não superei e nem sei se um dia conseguirei. Hagar, você é inesquecível, especial demais pra ser lembrada apenas em textos e fotos, no livro da minha vida, você participa de todos os capítulos, te amo, tenho a certeza que um dia nos encontraremos na eternidade.
Em 2010 criei o ‘Uma dose de Ach’, isso me trouxe muito mais que apenas uma forma de desabafar, me divertir ou em tentar divertir alguém, o blog me trouxe amigos, me aproximou de pessoas, me fez crescer em opiniões. Mesmo correndo o risco de esquecer de alguém, e se isso acontecer me perdoe e lembre-me nos comentários, eu farei uma lista de quem passou por minha vida em 2010 aqui pelo blog e deixou suas marcas:

  • @KallianaBarby, mesmo ela tendo excluído o blog, uma das pessoas que mais me marcaram por aqui, estreitei, e muito, minha relação com ela depois que criei o blog (ela foi minha primeira entrevistada, leia clicando AQUI).
  • Mel, dona do Manias e Noticias, a conheci através da Kalliana, que na ocasião a apresentou para ser entrevistada (leia a entrevista dela clicando AQUI), quem diria que de conversas tímidas no inicio conseguiríamos virar amigos.
  • Gabi do Mundo Platônico, que me surpreendeu esses dias citando-me em um vídeo, nunca tinha recebido algo do tipo, adorei, e não adorei apenas o fato do vídeo, adorei ter conhecido ela e um pouco da alma dela através do blog, além do fato de ter sido minha primeira parceira aqui.
  • Karen do Karen Vallerie, me identifico muito com as palavras dela, com a intensidade e sinceridade que escreve.
  • A Lara, do Memórias Escritas, de uma forma inusitada conheci o blog dela (através da indicação do Federico Devito) e aos poucos fui conhecendo um pouco dela também (ela também já me cedeu uma entrevista, leia AQUI)
  • Jefferson, do Garoto Mal Intencionado, na verdade ele me achou, aí descobri o blog dele, ficamos amigos, ele me ajudou com o fato de eu mudar de perfil no twitter, visto que ele também o fez tempos atrás.
  • Doutora do Amor, criadora do Manual das Encalhadas, que é uma linda.
  • Andréa Destefani do Coisas da Vida, que com sua espiritualidade e determinação para tentar ajudar as pessoas, criadora da campanha #PazNasTorcidas, a qual participei (clique AQUI para ler).
  • A Aline (Blog P), a Tainã (Cenas da minha memória), a Mariana Martins e ao @Eu__Nunca por terem me permitido entrevista-los.
  • A Annie Sininha, do Pretty Glam Girls, que foi uma das minhas primeiras parceiras aqui.
  • Ao Marquynho do Produto Pop, a galera do Eh a Treva e ao Álvaro do No Papel de Bala e do Hard Candy, que são meus últimos parceiros.
  • Caio que me proporcionou a sensação de bloggar de uma forma diferente, tocando em assuntos avulsos aos do Uma Dose de Ach, no Garotos Blogueiros.
  • Au (Sentar e esperar ver o mundo de novo), que parece escrever para mim, em todos seus textos.
  • Mesmo tendo certeza que não lerão isso, mas gostaria de agradecer a Elenita Rodrigues, ex-bbb, que serviu de inspiração inúmeras vezes para mim com seus textos perfeitos no Serendipities (participei do concurso do blog dela, e fiquei entre os 15 finalistas com o texto Minha namorada Imaginária, para ler clique AQUI), seguindo a mesma linha ao Fabrício Carpinejar (Carpinejar) e a Marla de Queiroz do TransflorMar-la.
  • Fernanda, do Brisa Feliz, também cheguei ao blog dela ao acaso, admirei sua sinceridade e ousadia nos textos com tanta intensidade que tornou-se minha leitura obrigatória.


Quero agradecer também aos blogueiros que conheci a pouco tempo:
Jéssica do a line your book.
Rodolpho do Arte de um Sorriso
Charlie do Paranóico
Maíra do Amar à solta

Cinco pessoas especiais de 2010:
  • @DLuckesi Melhor amigo desde que resolvi ter um melhor amigo, sofremos juntos com a ausência da Hagar e tenho a certeza que a força que temos, encontramos em nossa amizade. Meu único melhor amigo homem.
  • @Flaviaax e @PriiMaartis aprendi a amar essas lindas em 2010 (a @PriiMaartis já conhecia de outros campeonatos), nossas festas via MSN são as melhores, e só entra quem é convidado, além de nós três, mais ninguém. Adorei nossas risadas, piadas e o principal nosso jeitinho, vocês sabem que amo muito vocês, se passarmos dos 30, sem casar, casaremos!
  • @KaahPacheco mesmo você andar me difamando por aí, dizendo que eu combino conversa por web e não cumpro, eu ainda te amo, sua linda (RISOS)
  • Rose, mãe da Hagar. Passei a admirar ela ainda mais, por toda sua força, coragem e determinação, um exemplo de pessoa pra mim.


Quero agradecer a cada pessoa que leu, comentou, criticou, seguiu, voltou e sempre volta aqui no blog, não sei o nome de todos, alguns nem se identificam, outros preferem argumentar pessoalmente, cada um de vocês faz parte da minha história aqui no blog.

A todos eu desejo um 2011 cheio de esperança, alegria, paz, saúde, e o principal, Deus no Coração, o melhor eu desejo a vocês, e que nesse ano que esta chegando, nosso vinculo de amizade estreite-se e que venham novas pessoas para conhecermos.



Abraço em clima de ano novo

Marcelo Soares

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Frustrações


Minhas juras andam frustradas, meus sentimentos confusos e minhas esperanças limitadas. Já não sei o que esperar, o que planejar. Tentei de tudo, me esforcei, mas parece que a cada palavra, gesto e/ou sentido meu, tudo piora. A incrível capacidade de fazer as coisas regredirem, perderem o sentido, a graça. Não me entendo, caio em um mundo de duvidas, em um mundo do ‘falar ou não falar?’ ‘Agir ou não agir?’ Às vezes acho que as pessoas não merecem minha ajuda, às vezes concluo que o problema sou eu, e sempre é. Medíocre são essas atitudes, pensamentos e emoções. Espelhei-me no herói errado, concluo apenas isso. Parto para mais uma aventura onde me encontro em mais baixos que altos, não me julgo, não julgo ninguém e não espero que façam o mesmo por mim, já cansei de esperar demais das pessoas. Sem mais.


Boa tarde lindos, ca estou, tenho algumas palavrinhas de agradecimento para vocês, obrigado a todos que me ajudaram a cumprir a meta de 300 seguidores, fiquei realmente muito feliz, quero agradecer as criticas que recebi nos textos anteriores, é assim que melhoro. Não sei se perceberam, mas mudei o layout do blog, o que acharam? Dêem suas opiniões.

Abraços em clima de virada de ano

Marcelo Soares

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ela

Ela era apenas mais uma menina, uma menina loura, de olhos claros, que adorava ler, escrever, desenhar, cantar e mostrar para o mundo que, dentro do possível, ela poderia mudá-lo. Ela era nova demais pra ser considerada adulta e madura demais pra ser considerada uma criança. Tinha opiniões, sonhos e atitudes que falavam, gritavam e demonstravam seus valores. Dentre os sonhos, o maior era morar em outro país, sozinha, longe de todos, num lugar onde sua alma vivesse sossegada, sem a pressão das pessoas, onde ela tivesse contato direto com seu lado escritora-sensível-musicista-pintora.
Para alguns ela era apenas uma criança passando-se por adulta, para, de alguma forma chamar a atenção, para outros a presença dela incomodava, há quem diz que se sua filha tiver a amizade dela, a menina em pouco tempo terá as mesmas atitudes, sonhos e opiniões.
Então ela cansou-se das opiniões, e sozinha saiu pra lutar pelo seu sonho, atravessou a barreira México-EUA, encarou os policiais, foi presa, liberada e começou sua história.
Começou a trabalhar em um restaurante, logo, para conseguir cantar as terças e quintas e aumentar as gorjetas, engatou um romance com o filho do dono. Semanas após o inicio da relação, ele tentou passar as barreiras impostas por ela, ela não permitiu, ele então tentou usar da força, corajosa e destemida não permitiu e lutou contra o abuso usando um pedaço de madeira, livrou-se dele, perdeu o emprego.
Resolveu então cantar em frente a um café na Times Square, foi la que conheceu seu príncipe encantado, saíram, ele a fez rir, sentir-se segura e admirada, elogiou seu cabelo e reparou nas unhas recém feitas, tudo que sempre procurou em um garoto.
Passaram-se os dias, ele resolveu apresenta-la a sua família, ela aceitou. Chegaram a um alto e luxuoso prédio, então, la ela descobriu que seu príncipe era realmente um príncipe, visto que seu pai era dono de uma das maiores redes de fast-food do país. Ela poderia deslumbrar-se, mas apenas o tratou como antes, como um amor que levaria pra vida.
Nada a deslumbrava mais que o fato de estar realizada, tudo o que desejava estava onde ela sempre sonhou, então, destemida ligou para sua família e contou que seu sonho tinha realizado-se e que não voltaria, por que que graça teria começar um sonho sem saber como ele acabaria? 


Convivi por alguns dias com essa personagem, sou meio assim, fechado para o mundo social, as vezes até pro virtual, vivendo aventuras psicológicas, ja postei aqui duas personagens que fazem parte da minha história a AmyWinne e a Minha Namorada Imaginaria. Ja postei por aqui também, o Eu, praticamente segue a mesma linha, porem com minhas características.

Lindos, façam-me feliz e comentem, minha meta de chegar aos 300 seguidores por aqui ainda esta em pé, e falta pouco, ajudem-me. Entrem no espírito natalino e contribuam!

Abraços natalinos!

Marcelo Soares

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Você esta partindo, novamente

By: Juliar Ts



Nunca imaginei nossa amizade chegaria a esse ponto, existem pessoas que não sabem administrar uma amizade e um amor ao mesmo tempo, decepcionei-me ao descobrir que você faz parte dessa classificação. Quando nos conhecemos foi tudo muito estranho, eu tentei ser simpático, te achava linda, alegre e, até onde tinha ouvido a seu respeito, talentosa. Nunca passou por minha cabeça que nos tornaríamos tão amigos, pelo menos esse é o meu sentimento por você, então comecei a descobrir seus defeitos, até então, meus defeitos eram maiores, e, os seus pareciam não fazer diferença, mas você foi tão incrível que em pouco tempo soube como lidar com cada crise minha, com cada reclamação, as vezes, até conseguia levantar meu astral. Nossas fotos eram engraçadas, algumas comprometedoras, há quem diga que existiam pessoas com inveja da gente.
Tudo muito perfeito, perfeito demais para mim. Pena que você muda completamente sem me avisar, sempre fico esperando seu sorriso ao me cumprimentar, sua gargalhada, mesmo que forçada, depois de uma piada minha e seu olhar de entendimento quando compreende que não estou bem.
Então é isso, talvez quando você voltar dessa nova/velha aventura eu não estarei mais aqui com os mesmos sentimentos, você já foi e voltou, eu recomecei, desprezei toda a falta que você fez e te defendi na frente de todos, não quero isso de novo, até porque meus argumentos ao seu respeito enfraqueceram. Desculpe amiga, se existir uma próxima vez, o esforço será da sua parte. Desconfio que depois dessa nossa experiência eu tenha crescido, crescido o suficiente pra entender que talvez eu não seja correspondido por você. Apenas isso.
Seja feliz!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Sete

 Recebi os selos, e o desafio da Caroline Araujo, do Violetas que plantei, e ca estou cumprindo com meus deveres!


Não levem a ordem a serio, coloquei os numeros pra facilitar a minha contagem!
  • 7 coisas para eu fazer antes de morrer: 
  1. Viajar pelo mundo (Se eu fosse até os EUA e voltasse, bastaria)
  2. Terminar minha faculdade e fazer uma especialização boa (Maior desafio do momento)
  3. Conseguir ter um segundo idioma fluente (Como desafio pessoal, e por ser o mais complicado pra mim, o inglês)
  4. Voltar a dirigir (Meu maior trauma desde o ano passado, quando tirei a carteira)
  5. Realizar o sonho de alguém
  6. Escrever um livro (ou desenhar um mangá)
  7. Engordar 15 quilos (Tento desde meus 15 anos, e até hoje, NADA)
  •   7 coisas que eu mais falo:   
  1. Gente
  2. Viu
  3. Nosso Deus
  4. Sou lindo, seus lindos, sua linda, aquela linda (qualquer variação do genero)
  5. Deus é Pai viu
  6. Auto-estima baixa
  •   7 coisas que (dizem) eu faço bem:      
  1. Desenhar
  2. Criticar
  3. Encontrar defeitos
  4. Argumentar (depende muito do assunto)
  5. Escrever
  6. Ajudar (dentro do meu possivel)
  7. Cortar as frases da pessoa no meio, durante uma conversa 
  •   7 defeitos:  
  1. Não ter auto-estima (isso deveria estar nas qualidades,gente?)
  2. SUPER sincero na hora errada (Ser sincero é uma qualidade, mas domino a arte de ser 'o' mais sincero até na hora errada, algo relacionado com eu não ter um 'auto-controle' forte)
  3. Desmotivado em algumas coisas (Na maioria das vezes, com as que não gosto e sou obrigado, por algum motivo, a fazer)
  4. Acreditar muito em alguém, até tomar uma invertida (Meus ultimos textos falam exatamente sobre isso, releiam e entendam)
  5. Ter medo de coisas idiotas (Tipo pessoas)
  6. Inseguro, na maioria das vezes (Pra falar a verdade em quase todas, ams estou superando, BEM lentamente)
  7. Ser ansioso em TODAS as coisas que faço (Ali em cimafalei em não ter um auto-controle forte, taí o motivo)
  •   7 qualidades:  
  1. Originalmente sincero
  2. Relativamente animado (Só não quando estou com sono)
  3. Tecnicamente inteligente (Nas coisas que gosto)
  4. Levemente ironico
  5. As vezes, aprendo coisas com facilidade, menos inglês
  6. Ser criativo, quando quero
  7. Não fumo e não bebo (Um dos meus maiores orgulho)
  •   7 coisas que eu amo: 
  1. Deus 
  2. Rir com amigos
  3. Estar com a familia
  4. Não sair de casa
  5. Dormir
  6. Escrever e desenhar
  7. Internet
  •   7 blogs que eu indico:  
  1. Manias e Noticia
  2. Happy Hour
  3. Diga Lua
  4. Garoto Mal Intencionado
  5. Mundo Platonico
  6. Coisas da vida
  7. No papel de bala

Agora sejam lindos, e comentem o que vocês têm em comum comigo.

Até a próxima, fiquem com Deus

Marcelo Soares, o @EuTedio