segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Paginas em branco

Imagem do tumblr

E você nem imagina como é difícil encarar uma pagina em branco, onde as palavras não aparecem, onde os sentimentos não fluem e pareço ficar apático a tudo. Uma pagina em branco parece nossa relação vista por você, um nada. Claro, se vista por mim, o branco seria o maior dos sofrimentos. Porque por mais que eu tente escrever algo em nossa história, só eu sinto, e esse sentir não quer dizer que a pagina esteja sendo completada, não quer dizer que algo que seja realmente relevante esteja sendo escrita. É como se estivesse escrevendo com uma tinta invisível que só ficara visível quando romper essa barreira egoísta que vivo em que somente eu sei o que sinto sem compartilhar, e te avisar, que gosto de você. Porque quando só eu sinto, quando só eu sofro, quando só eu me decepciono, não é interessante. O platônico nunca é bom por completo, nunca satisfaz uma pessoa em sua totalidade. A gente nasce querendo ser correspondido, a gente nasce querendo receber atenção de quem amamos, a gente nasce querendo escrever uma história em muitas paginas brancas com quem realmente valha a pena. Queria apenas que escrevêssemos essa pagina juntos. Pode ser só uma pagina, uma frase, uma palavra, qualquer coisa vinda de você, por minima que for, para mim sera um infinito. 


Marcelo Soares

8 comentários:

  1. Gosto de brincar com uma página em branco... Sozinha ou acompanha! Pego meus lápis coloridos e minhas tintas permanentes, uma pincelada aqui ou um rabisco ali; vou escrevendo e brincando com as cores...
    Há dias que somente uso o preto, dias de frio e solidão, mas nunca deixo de pintar as minhas páginas!
    Ah! O que seria de mim sem essas páginas ;)


    Lindo texto menino Marcelo, você me emociona sempre!

    ResponderExcluir
  2. Muito ruim essa sensação de se estar vivendo sozinho uma relação.

    ResponderExcluir
  3. Quem nunca passou por isso né? As vezes falar o que sente para a pessoa pode ser a melhor coisa do mundo, outras, só aumenta a sensação de solidão, mas né... O fato é que escrever paginas junto com alguem sempre deixa tudo mais criativo e alegre.
    Como sempre, você escreveu indescritivelmente bem. Vou dar uma de chata agora e pedir mais atualizações suas, até porque, você é um lindo e seu blog também é.
    Beijos menino lindo Marcelo.

    ResponderExcluir
  4. Olha eu aqui de novo *o*
    Vi essa postagem recentemente e "briguei" pra caramba pra você voltar a escrever né? rs
    Lendo esse texto, lembrei da música do Renato Russo "Digam o que disserem, o mal do século é a solidão. Cada um de nós imerso em sua própria arrogância, esperando por um pouco de atenção"; nem preciso explicar né?

    Adorei o texto Marcelo, demorou pra voltar e mesmo q com UM texto, fez valer a pena a espera, beijão =]

    ResponderExcluir
  5. E eu entendo perfeitamente seuse sentimentos...nem tem muito o que dizer! :(

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Linda a postagem.
    No meu blog o seu está num dos meus preferidos, olha só .. http://nothingeelse.blogspot.com/ Não faço muito do tipo de comentar, mas tem alguns textos que merecem, tipo os seus.

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    sou David Iannini(Produtor de moda e Styling, e editor do blog Acordei Fashionista).
    Encontrei seu blog em buscas pela net, adorei o espaço!
    Aproveito para deixar o link do meu blog!
    http://acordeifashionista.blogspot.com/
    Se curtir me segue(sigo devolta).

    Não importa como vc está se sentido hoje: levante-se, vista-se, e brilhe!

    Abraço!

    ResponderExcluir