terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Smash, a serie musical de Katharine McPhee

Na torturante espera pela continuação da segunda temporada de The walking dead, resolvi procurar outras series pra assistir, mas isso foi no inicio das ferias. O tempo passou e as ferias estão acabando, quando me deparo com um texto no blog Coloca no Idol sobre terem lançado na internet o episódio piloto de Smash.

Quando leio Smash o unico nome e imagem que vêm em minha cabeça é Katharine McPhee, uma linda que participou do American Idol anos atrás. Resolvi procurar o piloto, assisti e vou contar um pouco do que achei e fazer uma analise rapida dos personagens principais.

A grosso modo, a serie se passa nos bastidores dos musicais da Broadway. Um grupo de pessoas juntam-se para fazer um musical sobre Marilyn Monroe. O fato de ser uma seria musical leva muitas pessoas a assimilarem Smash a Glee, acho essa uma comparação desnecessária. A unica coisa que ambas tem em comum é o gênero (musical). Smash tem uma temática adulta, mostra o drama das vidas pessoais dos personagens lutando pra sobreviver a divórcios, conciliando relacionamento com trabalho, uma possível adoção com novos, e inesperados, projetos, pouco tempo livre com dedicação a família, inexperiência com superação de expectativas e animo para correr atrás de sonhos.

Diferente de Glee, em Smash as musicas são coerentes, em momentos certos, ninguém sai cantando no meio da rua, em uma lanchonete ou no meio de uma entrevista. É uma coisa mais centrada. A qualidade da imagem é excelente, coisa de filme. As cenas são bonitas e o elenco é MUITO forte.
Ps: Não tenho nada contra Glee, assisto, tenho amigos que assistem, o que quis deixar claro foram as diferenças das duas series.
Veja o trailer da serie, o que chamei de 'resumão' do piloto:

E esse aqui é uma chamada da serie com a linda Katharine McPhee cantando Beautiful:

Vou fazer alguns comentários das primeiras impressões que tive dos personagens:

Katharine McPhee é Karen, uma tipica moça sonhadora, bonita, talentosa, bondosa e ingenua. Vem para cidade grande atrás do seu sonho de estrelar um musical. Chama atenção dos produtores do musical por sua sinceridade, talento e despretensão, resumindo, é uma inexperiente que deu sorte. Confesso que cheguei até a serie graças a ela. Fara jus a mocinha fraca que aprendera a ser forte. É COMPLETAMENTE apaixonada pelo namorado e reprimida pelo pai.

Dev Sundaram, entrou na serie na cota do cara feio que é namorado da atris principal, que é linda, na intenção de mostrar que os feios também podem ficar com lindas (coisa que, obviamente, acontece só na televisão). Ele trabalha na prefeitura de Nova York, é loucamente apaixonado pela Karen (e quem não seira, né), acho que em determinada fase da serie tentara impedi-la de atuar no musical com aquele velho clichê: nosso relacionamento ou seu sonho (sou da torcida pra ela deixar ele e dedicar-se somente ao musical).

Julia Houston, é uma das mentes por trás do musical. É casada e tem um filho, porem, ela e o marido estão em processo para adotar um bebe. Prometeu ao marido que ficaria um ano sem idealizar projetos na Brodway, promessa quebrada quando juntou-se ao seu amigo, Tom, e tiveram a ideia do musical sobre a Merilyn Monroe. Pelo que deu a entender, nos próximos capítulos um amor antigo voltara a rondar sua vida, o que faz meu amor por ela crescer ainda mais, possíveis traições com uma pitadinha de remorso são sempre pratos atraentes em serie. 

Tom Levitt, é o melhor amigo de Julia, juntos criam as musicas para o espetaculo. Tem uma grande amizade com Ivy, a tradicional biscat que disputa o papel de Marilyn Monroe com Karem. Tem que aprender a conviver com seu rival Derek, o coreografo, que por águas passadas passaram a se odiar. Ele é engraçado, inteligente e sabe se sair bem das situações.

Ellis Tancharoen, assistente do Tom. Toda a correria do musical começa por causa dele, quando Julia e Tom produzem um video com Ivy cantando uma musica que entraria num projeto futuro e ele (Ellis) envia esse vídeo por e-mail a sua mãe, vídeo esse que vai parar na internet e vira hit conquistando a critica. Achei o personagem ousado, mas ele faz o tipo pedante. É demitido e admitido no mesmo episódio, o que faz a gente pensar que sera mais ou menos isso a temporada inteira.

Ivy Lynn, pelo nome chegamos a duas conclusões: é biscat e vilã. Esta a anos atuando em papeis secundários em musicais, faz de tudo pra conseguir o estrelato e sempre fracassa. É o oposto de Karen, tem experiência, sabe usar o corpo e é esperta. Fara de tudo para conseguir interpretar Marilyn Monroe no espetáculo, quando digo ''fara de TU-DO'' é tudo mesmo, inclusive dormir com o coreografo. Sempre tenho uma queda por vilãs, tão espertas e ao mesmo tempo vazias. No decorrer da serie ela sera aquele tipo de personagem que mudara completamente de vida, vivera o que nunca quis viver e descobrira novos caminhos para ser feliz, CER-TE-ZA.

Derek Wills, arqui-inimigo de Tom, é um famoso produtor e coreógrafo. Faz a linha charmoso e pega as bailarinas gatas. Ele acaba se engraçando por Karen, tenta seduzi-la em troca do papel de Marilyn, acaba levando um fora,, por isso acaba pegando a Ivy. É sagaz, prepotente e quase um vilão. Acho, ACHO, que ele confundira a cabeça de Karen e sera motivo de muitas brigas dela com o namorado.
Eileeen Rand, é uma lendária produtora de musicais. O que poucos sabem é que ela foi traída pelo marido com uma loira (como ela mesma fala) e esta enfrentando tramites de um divorcio. Mesmo com tudo isso ela não perde a banca de fodona. Continua passando-se como a de sempre, e quando questionam sobre o divorcio, diz que são boatos. É orgulhosa, arrogante, tem um 'que' para maldades e a atriz ja interpretou a Morticia da família Addams, ou seja: tem tudo pra ser a melhor personagem da serie.

Ps.1: A serie tem produção-executiva de Steven Spilberg, ou seja né.

Ps.2: Todas as imagens usadas nesse post foram tiradas do site da Universal Channel

Ps.3: Curtam a pagina do blog e me façam feliz clicando AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário