quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Sobre a vida inabalável

Ca estou depois de assistir 'Inabalável' relembrando de velhas histórias, velhos amigos, velhos textos e tendo a certeza que se me esforço pra lembra-las, é porque valeu a pena vive-las. 'Inabalével' conta a história, veridica, de Amy, uma menina cheia de vida que resolve levantar da cadeira e fazer algo. Ela monta um grupo de oração, tenta fazer amizade com o cara mais estranho e perigoso do colégio e ainda ajuda uma amiga que levou a culpa por um roubo que não aconteceu. No decorrer do filme ela descobre um câncer no coração. Passa por uma cirurgia, começa quimioterapia e move um estado inteiro, inconscientemente, para orar por ela. Quando volta para casa, a surpresa em ser tão querida e em ter tanta gente torcendo pelo seu bem. Depois disso ela resolve dedicar-se a missões, quer mostrar pras pessoas que existe mesmo um motivo pra fazer a vida valer a pena, que enquanto alguém tiver fé, haverá esperança. 

Se eu quisesse fazer metade do que ela fez teria que ter, pelo menos, umas 1.000 vidas. A gente tem saúde, quase todo o tempo do mundo e ficamos sentados, vendo a vida passar, as coisas acontecerem, as pessoas mudarem e não fazemos nada. Acho que esse não é o propósito para que fomos criados. Quantas chances ja deixei passar? Quantas palavras ja deixei de falar? Quantas atitudes deixei de tomar? Tudo isso por que? As vezes a gente toma um sacode da vida pra aprender a viver. Quero levantar da cadeira e não ser apenas mais um, quero levantar da cadeira e ser aquele que fez a diferença na vida de pelo menos uma pessoa. Porque ter mudado a vida de alguém ja é motivo de sobra para sermos realizados. Alguém precisa ter fé. Alguém precisa sonhar. Prazer, sou o sonhador. 

Quando terminei de assistir o filme, me veio a cabeça o e-mail que recebi da Rose, mãe da Hagar, em 2012. Fiquei com saudade e vim ao blog ler o texto que escrevi sobre ele e sobre a morte a Amanda (clique AQUI para ler o texto). Revigorei minhas forças, esse é um ano importante em minha vida. Ultimo ano na faculdade, últimos meses como estudante, ultimas chances de ter varias opções pra escolher, depois sera 8 ou 80. A vida é agora, se a gente deixar para amanhã, talvez não de mais tempo. Sinta, viva, brinque, caia, levante, caia novamente, levante, tenha fé, chore, sorria, pule, cante, grite, corra, faça o que quiser, só não deixe de fazer.

Deixo aqui o trailer de Inabalável e a dica de filme para assistirem

Um comentário:

  1. Dia desses assisti a um filme bem parecido com esse, mas era sobre um jogador de basquete que, por ser acolhido pelos populares da escola, abandona o melhor amigo, que sofria de bullyng. Logo no começo do filme esse melhor amigo se suicida, fazendo com que o rapaz se sentisse culpado. Então um pastor de jovens aparece e começa ajuda-lo a ajudar um outro garoto, que assim como seu amigo, também era isolado. O filme é muito bonito.

    ResponderExcluir