segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

errado.com.igo

Um dia em que: descubro que não passei no processo seletivo pro mestrado e saio do serviço. Assim, tudo junto e misturado.

Ó: ta sendo fácil não.

tudo porque desgraça pouca é bobagem.

Roubei o gif. do blog da Pri



domingo, 17 de novembro de 2013

enganos

Só vim aqui rapidão dizer que estou trabalhando em uma clínica (o que justifica meu sumiço) e para contar o que me aconteceu:

Eu tinha que ligar para os clientes dizendo que estava na época de fazer o reforço anual das vacinas dos seus animais.

Li na planilha ''Cristal - Lais'' e em frente o numero do telefone e a vacina que estava na época de fazer.

Peguei o celular, liguei. A pessoa atendeu e eu:

-Oi Cristal, aqui é o veterinário e a vacina de doenças da Lais vence essa semana, se você quiser trazer ela para gente vacinar

-Mas eu sou a LAIS e a CRISTAL é minha cachorrinha. Acho que você se enganou.

EU.SOU.A.LAIS.E.A.CRISTAL.É.A.CACHORRA

Em seguida deu aquela risada da cara da pessoa que não consegue raciocinar que CRISTAL era a cachorra e CLARO que Lais era a dona. 

Esse sou eu.


quinta-feira, 11 de julho de 2013

Medida provisória e Tamiflu

Aqueles que ficam quase um mês sem escrever e voltam fingindo que nada aconteceu: sou desses. Mentira, né gente. É que minha unica opção é assistir 'A grande família' ou ficar no Facebook vendo a guerra de horrores que anda aquilo. Aí optei por vir tentar escrever algo.

Duas semanas atrás peguei uma gripe, e como desgraça pouca é besteira (oi Flavia), foi A PIOR GRIPE DA MINHA VIDA. Como bom teimoso, deixei de ir ao médico para ir PARA CURITIBA porque tinha pós. O módulo foi de odontologia, e serio: muito chato.

Voltei vegetando de Curitiba, na quarta-feira da semana passada fui ao médico e ele me colocou na medida provisória contra a gripe H1N1, toda essa frase bonita se resume em: tomar tamiflu. Minha mãe ficou horrorizada, mas calma mãe, foi só uma medidinha provisória. 

O tamiflu é o tipo de remédio que a gente não sabe o que prefere: ficar com a gripe ou suportar os efeitos colaterais. Da bastante náuseas, dor de cabeça e algumas pessoas vomitam (coisa que não me aconteceu). Depois das primeiras vezes que tomei, me deu náuseas, depois apenas dor de cabeça (aqueles que se conformam), sempre a tarde.

Passaram-se os 5 dias de tratamento, melhorei. Tomei 7 dias de antibiótico também. O que tiro de tudo isso é que qualquer tosse compensa ir ao médico, porque tudo isso a gente pode resumir em: evitar entrar na medida provisória e tomar tamiflu, nunca queiram. Fica a dica. 

(Aceite tomar se o médico prescrever, porque apesar dos efeitos, ele melhora os efeitos da gripe).

Até compensa, só que não.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Considerações sobre o dia dos namorados:


Acordei e fui ao Facebook/Instagram e me deparei com 30mil fotos e textos quilométricos de declarações de amor pelo dia dos namorados, e a unica coisa que pensei foi: menos, obg. Mas a gente sabe que esse tipo de coisa acontece em qualquer data especial no facebook, porém, com maior intensidade no dia dos namorados.

Então, lembrei duma guria que eu seguia no Instagram ano passado, o namorado dela trabalhava no exterior e viria fazer uma visita a ela no dia dos namorados. Ela fez toda uma cena postando fotos deles e fazendo CONTAGEM REGRESSIVA pra chegada dele. Aquelas coisas que a gente vê, lê e esgota a cota de vergonha alheia de uma vida inteira. Resultado de todo esse melodrama que ela criou: eles terminaram dois dias depois da chegada dele. Ela, inclusive, excluiu o Instagram: risos, apenas.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

3 anos


É, e parece que foi ontem. Lembro do meu pai me buscando na faculdade, tendo todo o cuidado ao me contar da sua partida, porque ele sabia o quanto você representa para mim. Lembro da minha não reação com a noticia, porque eu realmente entenderia o que tinha acontecido quando encontrasse sua mãe.

Lembro dos relatos que ouvi, e li, sobre sua luta. De como enfrentou a doença, de como foi forte. De quanto surpreendeu a todos. De quantas lições de vida você deixou. De quantas pessoas mudaram por sua causa, por causa da sua mudança. Do quanto pensava positivo. De quantas orações fiz por você. Do tanto de pessoas que coloquei para orar por você. Do tamanho da minha fé. Dos nossos sonhos, anseios e planos.

Mas amiga, Deus tem os planos Dele pra nossa vida, e ha tempo para tudo. Igual ta escrito la em Eclesiastes 3, sabe. Não quero questionar sobre isso. Essas coisas a gente procura aceitar, com o tempo, com as pessoas, com os sentimentos. 

Só queria lembrar o quanto sinto saudades. O quanto você é especial. O quanto desejo, um dia, te encontrar, num lugar melhor. Como eu disse no ultimo texto que escrevi para você: ''Você não morreu, apenas veio morar, em definitivo, dentro do meu coração''.

Até breve. Sinto sua falta!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Hey Judes


Ando num momento tão complicado, que sumir daqui foi, apenas, um detalhe. Ando pensando e repensando em tantas coisas, que posso explodir a qualquer momento. Me irrito fácil e perdendo a paciência com frequência. Talvez seja a fase de desemprego e o desespero de querer fazer algo e, ainda, não poder. Mas aí lembro que o tempo resolve tudo e, se demora, vai valer a pena quando aparecer.

Voltei pro inglês. Fiz mais alguns módulos da pós. Comprei três livros de um assunto que gostei de estudar durante uma explicação de um professor. Me inscrevi num concurso, e aí a coisa começou a ir pra níveis que não estou conseguindo controlar.

Concurso para professor universitário, onde pediam apenas a graduação como titulação para se candidatar a vaga. Pensei 30 vezes antes de me inscrever, alguns amigos me apoiaram e resolvi dar a cara a tapa. O problema veio depois, quando comecei estudar. Adoro a matéria que escolhi, mas né: A PROVA DIDÁTICA TA AÍ PRA MATAR QUALQUER UM DO CORAÇÃO. Na etapa da prova didática, eles sorteiam um tema e dão 24 horas pra gente preparar uma aula sobre e apresenta-la a uma banca. Isso tem tirado meu sono, meu sossego e tudo de bom que poderia restar. Pensei, repensei e coloquei na balança o dinheiro que gastei pra me inscrever, mas, ainda, acho que mais vale a paz dentro da gente que um dinheiro gasto pra alguma coisa. Não farei. Desisti. Pulei fora. Larguei mão. Abandonei.

Acho que não ando preparado pra algo tão alto, talvez seja um passo maior do que eu poderia dar. Sonho um dia possuir um cargo assim, tenho esse desejo desde o primeiro ano da faculdade, mas tudo em seu tempo. Quando chegar a minha hora, me sentirei mais seguro e menos conflitante com tudo isso.

Trilha sonora [AQUI]

''E sempre que você sentir a angústia, contenha-se
Não carregue o mundo em seus ombros'' JUDE, Hey. The Beatles

segunda-feira, 25 de março de 2013

Considerações sobre o tempo

Imagem AQUI
Estava ali revivendo 2010. Foi o ano que fui morar sozinho. Foi o ano que estudei técnica cirúrgica e percebi que teria uma certa dificuldade com isso. Foi o ano que meu professor de melhoramento genético morreu. Foi o ano em que 3 professores que eu gostava muito pediram demissão e seguiram suas vidas em outras instituições. Resumindo: teve perdas, ganhos e muitas mudanças.

No final de 2010, coloquei na cabeça que estava muito magro e acabei marcando uma consulta para o inicio de 2011. Fiz 30 mil exames. No final de tudo, não deu nada. O médico me recomendou exercícios físicos e transferiu-me pra uma nutricionista.

Ela começou explicando-me que não adiantaria me passar uma dieta balanceada se eu não me dispusesse a fazer alguma atividade física. Entrou em alguns parâmetros mais técnicos e me explicou que tudo que a gente demora pra ganhar, não perdemos com facilidade. Exemplo, na natação, a gente demora pra ver mudanças, mas essas mudanças geralmente são definitivas, já na academia, podemos ganhar mais rápido, porem, se ficarmos parados, perderemos na mesma proporção.

Foi aí que parei pra pensar agora cedo, se quero tanto um emprego e se demoro muito para consegui-lo, é sinal que sera algo bom e definitivo. Se luto tanto fazendo pós, cursos de aperfeiçoamento e atualização, se corro para ajudar os colegas que já estão trabalhando, se passo o dia enviando currículos  é sinal que todo esse esforço e dedicação valerão a pena. Assim espero, amém.

Se tem algo que a gente tem que aprender a entender é o tempo. Mesmo cruel, ele sempre tem razão se a gente corre atrás das nossas prioridades.

Ps.1: Essa demora não esta sendo fácil. Mas as coisas começaram a se encaminhar, meu diploma chegou e poderei me inscrever no conselho de medicina veterinária.
Ps.2: Voltei para o tumblr, quem tiver me segue la clicando AQUI.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Sobre a inspiração para escrever

Imagem via TUMBLR 
A gente vive uma desilusão amorosa ou um amor platônico e reclama. A gente consegue se livrar da desilusão e dar um fim ao romance platônico e a inspiração para escrever desaparece. 

Vida, vamos começar conciliar as coisas?

quinta-feira, 14 de março de 2013

Nome para gatos

Nael e Gi dormindo na posição preferida delas em dias de frio: tudo junto e misturado.
 Esses dias a tarde, liguei a televisão e vi que a novela 'O Profeta' esta sendo reprisada. Ela foi ao ar em 2006 e terminou em 2007, nesse ano, por volta de outubro/novembro, adotei minhas duas gatas (adotar é tudo de bom).Uma delas já tinha nome logo nos primeiros dias de convivência, Nael, em homenagem a uma amiga. A outra ficou um bom tempo sem nome. Não queria algo obvio (Mimi, Lili e etcs). 
Gi, minha insuficiente renal preferida.
Em 2004, resgatei um gatinho de uma tempestade de chuva com granizo, ele tinha poucos dias de vida e algum ser sem alma o deixou a chuva para morrer. Nessa época meu irmão trabalhava como cobrador de ônibus. Quando o gatinho se recuperou de todas as interperies que sofreu, meu irmão achou que ele se parecia com um colega de serviço, resumindo, o chamamos de Jorginho. Depois desse dia, decidi que todos meus animais teriam nome de gente.

Voltando ao final de 2007, comecei ficar preocupado porque a ''quase siames'' ainda não tinha nome. Uma bela noite, no especial de final de ano da Globo, o Video Show retro resolveu passar sobre os casais mais engraçados do ano e reprisaram algumas cenas de Tainha (Rodrigo Faro) e Gisele (Fernanda Rodrigues). Ele, um vendedor de peixes, apaixonado por ela, uma aspirante a patricinha. O que me chamou a atenção foi como ele a chamava: ''Gigele''. Pronto, a ''quase siames'' ja tinha um nome. Com o tempo a apelidamos, carinhosamente, de Gi.

Gi, dormindo e sendo tímida ao mesmo tempo
A Gi e a Nael me ensinaram a gostar, muito mais do que ja gostava, de gatos. Amo cachorros, eles amam incondicionalmente, mas gatos são fascinantes, a gente tem que conquista-los diariamente. Incrível como a personalidade deles varia, MUITO. Tenho exemplo disso em casa, a Gi é toda amorosa, carinhosa e problemática (em se tratando de saúde, é sofridinha) e a Nael é toda rabugenta, mal humorada e rancorosa.

Sobre como escolher o nome ideal para seu animal de estimação, é um processo lento e cheio de descobertas. Se você decidiu que terá um animal em casa, tenha certeza que isso mudara sua rotina e que ele dependera de você e do seu valioso tempo. Pensado nisso, POR FAVOR, ADOTE. Com o nome, não escolha ele antes de escolher o animal. Cada um tem cara de alguma coisa. Cada um demonstra, com a convivência, que merece ser chamado por algo carinhoso.

Você pode pensar nas seguintes possibilidades:

  • Homenagear um amigo, parente ou colega de serviço: Exemplo: minha Nael e o Jorginho.
  • Homenagear um personagem fictício que você goste/se identifique/o animal se pareça: Exemplo: a minha Gi, tinha uma cachorra que chamava Meg, por causa dos Simpsons.
  • Por causa de uma personalidade que você admire: minha cunhada, ano retrasado, adotou um casal de gatos, o machinho recebeu nome de Aristóteles, carinhosamente apelidado de Ari, meses atrás ela ganhou um casal de porquinho da índia e a fêmea se chamava Beyoncé.
  • Por causa de alguma característica que o animal apresente: Tenho uma amiga que adotou uma cadelinha, branquinha e vira-lata que não aparava de pular, o nome dela ficou por Pipoca. Conheci também o Resmungão, um gato que a gente não podia entrar em casa que ele vinha reclamar de fome. Tenho uma amiga que a gata dela recebeu o nome de Morticia, por ser toda preta e lembrar as vestimentas da Familia Addams.

Essa é a Marry, gatinha da minha irmã.
No hospital que fiz meu estágio, tinha o Raul, o gato mascote. Minha amiga Debora tem a Lurdes Maria, uma linda que foi adotada. A Pri ja teve a Bebel e a Lola (#VoltaLola). Minha irmã adotou a Marry, uma lindinha que tem apenas 3 patinhas. Uma colega da minha sala, tem um persa, cinza manhoso e preguiçoso, o nome dele é Frederico

Se você tiver em duvida sobre o nome para colocar em seu animal de estimação, ou se pensa em ADOTAR (adotar é melhor que comprar, vão por mim), espero ter ajudado de alguma forma.



Essa é a minha Nael, linda, porém, mal humorada.

Se você leu esse texto até aqui e tiver em casa algum animalzinho, qual o nome dele(a) e por que escolheu esse nome? Compartilhe comigo.

Para finalizar: ADOTE, NÃO COMPRE. Existem milhares de animais incríveis esperando para serem adotados e te amar incondicionalmente. 

Ps.1: Não assisto 'O Profeta' hoje e não assisti na época.
Ps.2: Depois que recuperamos o Jorginho, ele ficou bonitão e minha cachorra, a Meg, o adotou. Eram melhores amigos, comiam, dormiam e brincavam juntos. Meses depois, roubaram ele da gente. A Meg teve gravidez psicológica e ficou depressiva por meses.
Ps.3: A Gi é uma pequena bomba ambulante, ela tem insuficiência renal crônica e já passou por diversas dificuldades nessa vida.
Ps.4: Mais uma vez, ADOTEM.

sábado, 9 de março de 2013

De volta à vida

Imagem by: Tumblr

Dias atrás escrevi contando sobre minha formatura, minhas expectativas e medos. Antes disso, escrevi sobre prioridades. Na época dos dois textos, eu tinha acabado de me inscrever para o processo seletivo de uma pós-graduação em pericia veterinária forense. Coloquei muita expectativa em cima disso, como sempre.

Dois dias depois da formatura, estava em Londrina e descobri que a pós não aconteceria, porque o numero de alunos inscritos não era suficiente para fechar uma turma. Tentei ser forte e encarar da melhor forma possível, coisa que também não aconteceu.

A semana seguinte, passei na casa da minha irmã. Entre uma crise existencial e outra, comecei a pensar em alternativas. Pesquisei varias instituições que ofereciam pós, listei algumas e estudei a possibilidade de encarar alguma delas.

Terça-feira da semana passada tomei a decisão, resolvi me inscrever na pós de clinica médica e cirúrgica de pequenos animais. Minha surpresa foi que ela começaria na sexta. Corri com a documentação, me inscrevi e fui para Curitiba, sozinho e sem saber o que me esperava.

A pós foi ótima, conheci pessoas novas, aprendi um turbilhão de coisas e aprendi a e me virar, sozinho, em Curitiba. Passei por altos e baixos, mas nada de medianos, porque medianos são ruins (rsrsrsrsrsrs).

Um dia a gente cresce, termina a faculdade e quando menos percebemos somos dependente unicamente de nós mesmo. É a vida.

Escrevi esse texto ao som dessa musica: =D

Ps1: Ainda estou desempregado.
Ps2: A prima, nunca encaro as coisas da melhor maneira possível, isso é um longo e lento processo para mim.
Ps3: Tenho uma cronologia só minha. Se um dia dura apenas 24 horas para você, para mim ele poderá durar 30, 25 ou 15. Depende muito do meu estado de espirito. Sou assim.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Sobre ''Os Miseráveis'', Anne Hathaway e o Oscar 2013

Segunda-feira passada fui a Londrina e (como bom pobre que vai a cidade grande, fiz o combo shopping + McDonalds + cinema) assisti ''Os Miseráveis''. Já tinha assistido ao trailer, já tinha lido criticas  e sabia que ele era indicado ao Oscar em algumas categorias. Mas uma coisa em especial me fez querer TANTO assisti-lo: Anne Hathaway. Acho a Anne a coisa mais linda desse mundo desde ''O diário da princesa'' e sonhava com o dia que veria ela recebendo uma estatueta do Oscar.

Imagem via Tumblr
Fiquei com um pé atrás antes do filme começar por ser um musical, mas o amor pela Anne era maior que isso. Se você ainda não assistiu e quer assistir, tenha em mente 3 coisas:
1 - Você precisara de paciência;
2 - Não poderá assistir o filme cansado ou com sono;
3 - Tenha algo pra comer em mãos, o filme tem mais de duas horas.

Segue abaixo a sinopse do filme que retirei do Adoro Cinema:
Adaptação de musical da Broadway, que por sua vez foi inspirado em clássica obra do escritor Victor Hugo. A história se passa em plena Revolução Francesa do século XIX. Jean Valjean (Hugh Jackman) rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba sendo preso por isso. Solto tempos depois, ele tentará recomeçar sua vida e se redimir. Ao mesmo tempo em que tenta fugir da perseguição do inspetor Javert (Russell Crowe).

Gostei de quase tudo relacionado ao filme, achei o elenco bem preparado, as musicas bem adaptadas, as personagens bem caracterizadas e os efeitos visuais incríveis. Como sempre, me apego muito a determinados personagens, que nem sempre são os protagonistas, e listarei meus favoritos (cuidado, spoiler a vista).

Fantine (Anne Hathaway)

Não tenho ela como preferida apenas pelo fato de ser interpretada pena Anne (mentira, tenho sim), mas o pouco que aparece, ao longo das horas do filme, ganha meu coração com A MELHOR CENA DO FILME. Ela tem que trabalhar para sustentar sua filha, é demitida e se vê sem opções a não ser apelar para conseguir dinheiro. Primeiro vende os cabelos, depois alguns dentes e por fim, o corpo. Após isso, toda machucada, suja e vulnerável, interpreta ''I Dreamed a Dream'' (aquela que a Susan Boyle cantou e ficou famosa) e mostra toda sua sensibilidade e passa uma emoção enorme a quem assiste. Veja a cena no vídeo abaixo:

Anne Hathaway(Fantine)- I Dreamed a Dream -Les Miserables from ADVISOR on Vimeo.

Gavroche (Daniel Huttlestone) 

Ele ganhou espaço no meu coração pela coragem e, para uma criança, mostrou-se mais corajoso que todo um grupo de jovens revolucionários (preguiça deles), morre enfrentando, sem temor, os soldados. Pelo pouco que fez, acabou se destacando mais que alguns personagens que apareceram o filme todo. A cena da morte dele foi uma das mais fortes, pelo menos para mim, do filme. #TeamGavroche

Éponine (Samantha Barks)
Ela é esperta, bonita e inteligente. Mas o que me fez torcer para ela ficar com o mocinho (mesmo sabendo o desfecho final da história) foi como ela o ama, escondido, sofrendo e ainda tenta ajudar para ele ficar com a mocinha (sem graça, pelo menos no filme). Rolou aquilo de autoidentificação, uma coisa que todo amante platônico sentiu um dia. E claro, a cena final, quando ela pula na frente dele, salvando-o, foi triste, porém, mostra quão forte e inocente (pelo menos no amor) ela era. #TeamÉponine

Jean Valjean (Hugh Jackman)

Hugh aparece desfigurado no inicio do filme, com o tempo vai ganhando 'cara' e voltando ao normal. A melhor cena dele é logo no inicio do filme, quando passa por uma crise existencial, dentro de uma igreja. Não rolou uma autoidentificação com o personagem, mas ele mostrou que nem só de Wolverine ou personagens de ação vive um ator.

Sobre o Oscar, para mim os momentos mais esperados eram Adele interpretando ''Skyfall'' e o elenco de ''Os Miseráveis'' se apresentando, e acabei sendo surpreendido com Jennifer Hudson cantando ''And I am Telling You''.

Elenco de ''Os Miseráveis''. Imagem editada por: euzinho #tecnologias

A apresentação da Adele acabou sendo, como disse a Flavia, meio blasse(?). Ela pareceu meio desconfortável com a situação, mas isso não tirou seus méritos vocais. 

Adele indo embora feliz
Adele acabou levando o premio de melhor canção original e Anne como Atriz Coadjuvante. Isso foi o suficiente, não torcia para ''Os Miseráveis'' ganhar como melhor filme, ainda não tinha assistido os outros para ter no que me basear. Na verdade, me importava apenas com essas duas categorias, do resto, assisti pelo show #sou #desses.
Anne, sendo linda, posando com sua estatueta <3
E sobre o tombo da Jennifer Lawrence: se você estiver indo buscar um dos principais prêmios da noite, o de melhor atriz, pode cair, dar um triplo mortal twist carpado, ir sambando ou dançando ''Thriller'', não importa, o prêmio e o prestigio continuarão sendo seus.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

É hoje, minha formatura e minhas considerações

Imagem AQUI
Hoje é o dia que me fez, a cinco anos atrás, entrar na faculdade, escolher medicina veterinária e sonhar com um futuro promissor.

Hoje, acordei estudante e vou dormir médico veterinário.

As vezes a gente reclama da vida (exemplo: eu) e dias como esse e momentos como viverei hoje a noite, provam que tudo valeu a pena. Cada semana de prova de mau humor, cada ansiedade antes de apresentar trabalhos e de sair as notas, cada amigo conquistado durante esse tempo. A rotina de aula faz falta, mas agora minha rotina sera o desafio de vivenciar algo maior: a profissão.

Ando feliz com o hoje, com a incerteza do amanhã e com a segurança que, um dia, minha liberdade chegara.

Agradeço a todos que, de alguma forma acreditaram em mim, torceram por esse momento e estarão presente comigo, comemorando. As pessoas que se diziam ''amigas'' e que nesse momento não fizeram questão de comemorarem comigo: esquecerei (precisava dizer isso, me libertar).

E hoje, quando for receber meu canudo, é essa musica que escutarei e é nesse refrão que me emocionarei:

''Tudo vai dar certo.
Seja forte. ACREDITE.''

Ontem me disseram que hoje o dia seria meu, discordo. Hoje o dia é nosso, não seria eu se não dividisse isso com quem amo, se não comemorasse com a sinceridade das pessoas, preciso disso, dividir. Uma conquista nunca deve ser egoísta.

E que os próximos 5, 10, 20, 50 anos sejam de varias outras vitorias igual essa, estou preparado.

E pela ultima vez: 

'Tudo vai dar certo.
Seja forte. ACREDITE.''

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Sobre prioridades

Imagem via Tumblr
Só queria entender o porque das pessoas não aceitarem que as minhas prioridades não são as mesmas que as delas.

Desculpe se aos 24 anos ainda não penso em casamento, filhos, casa, carro e uma vida estável.

Desculpa se com essa idade, penso em continuar estudando, pensando numa pós, num mestrado e em seguir em frente até onde for possível. 

Não vem ao caso quando quero me relacionar com alguém ou se quero ou deixo de querer. Existem aquelas coisas muito pessoais na vida, que a gente deve decidir quando quer, quando não quer e quando devemos começar a planejar a ter: relacionamento é uma delas.

Aí, dias desses, me vieram com aquela frase: ''quem muito escolhe, sera escolhido''. Olha, se tivesse escolhendo, até aceitaria seu ''sarcasmo''. Porém, nesse exato momento da minha vida: nem escolho, nem planejo, apenas não quero. Ponto. Simples assim.

Não tente fazer do seu sofrimento, das suas prioridades e de todos os fatos que já te ocorreram, espelho para alguém. Porque a sua realidade é completamente diferente da realidade de qualquer outra pessoa. Acho que a felicidade está justamente no descomprometimento e na a liberdade em aprender da melhor forma, sozinho, praticando muito, errando. Se eu quiser me espelhar em alguém, a vida me dirá em quem ou me permitira escolher esse individuo, não preciso de alguém se oferecendo.

Pessoas que não respeitam a liberdade de outras: apenas não tenho paciência e não gasto meu tempo argumentando. Desculpa. 

Ps.: Usar-se como exemplo para tentar motivar alguma pessoa, é uma coisa. Tentar impor o seu exemplo e querer que a pessoa o siga, é outra completamente diferente.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Meu aniversário

Tumblr_mhrv2czrae1rd3ijgo1_400_large
Imagem via Victoria Folch

Com a televisão no volume minimo, com Jason Mraz cantando no fone de ouvido e com uma pagina em branco a minha frente na tela do computador: assim começo meu 24º aniversário.

A pagina em branco me fez pensar sobre o que não vivi, evitei viver ou escolhi não viver. Porque chega uma etapa da vida da gente que nos damos esse direito: de escolher o que nos faz mais feliz.

Esse meu aniversário tem algo especial, pena que nem sempre o especial é bom. Daqui oito dias colo grau como medico veterinário. Hoje me inscrevi para um processo seletivo de uma pós em uma área que jamais imaginei trabalhar, mas que, agora, me parece muito conveniente. Passei cinco aniversários consecutivos preocupado com o ano letivo, com as matérias que cursaria, com provas e trabalhos, mas esse não. Nesse minhas preocupações são mais complicadas, mais chatas, adultas. Me preocupo com um emprego que ainda não tenho e vivo com a insegurança de não saber quando terei. Me preocupo com o que estarei fazendo daqui um mês, quando todas as pós já terão começado. Convivo com a ansiedade e a insegurança me abraçando diariamente e a esperança passando la na esquina, me dando tchau.

Hoje, quando o relógio marcou meia noite, uma enorme janela se abriu a minha frente e nela enxerguei uma placa bem grande dizendo: BEM VINDO, EM DEFINITIVO, A VIDA ADULTA.

E olha, a vida adulta tem la suas complicações, mas quando a gente começa enxergar algo bom la na frente, a sensação de liberdade faz todo o esforço valer a pena. E que esse ''valer a pena'' apareça logo. Serio.

E se pudesse pedir um presente a vida, pediria a liberdade.

Feliz 24 anos para mim. Que a felicidade plena e as realizações concretas passem por mim e fiquem. Amém!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Campanha de incentivo à leitura


Regras:
1. Responder a pergunta: 'Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler?
2. Indicar 10 blogs para fazer o meme - é expressamente proibido oferecer o laço "a quem quiser pegar" sem indicar seus blogs primeiro. Ou seja, é somente por indicação.
3. Avisar os blogs que você indicou e colocar a imagem no seu blog para apoiar a campanha.

Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler?


Faz tempo que alguém não me indicava um 'Meme entre blogs', recebi esse da Minne do ''Aquele velho bla, bla, bla de sempre''.

Acredito que uma campanha de incentivo a leitura, para pessoas que não têm o habito de ler, precisa ser baseada em indicações fáceis de se entender e de conteúdo que te prenda a leitura.
Visando isso, vou indicar apenas dois livros. Os dois são bastante famosos, não tão atuais mas que, se você começa a lê-los, não consegue parar antes da ultima pagina.

Ja escrevi sobre os dois aqui no blog e durante a indicação vou colocar o link para quem quiser ler.

Se você pensar 'mas Marcelo, ja assisti o filme' PODE PARAR POR AÍ. O livro é infinitamente melhor que o filme, os detalhes são ricos e o autor conta muitas outras façanhas do Marley que, infelizmente, foram esquecidas no filme. Clique AQUI para ler o texto que escrevi sobre ele em Julho de 2010.









Esse é O SENHOR LIVRO. Pelo menos foi assim durante meses. Sempre acabava relendo algumas das cronicas e escrevendo trechos em lembretes. No livro estão textos da autora sobre diversos temas, cada texto com aproximadamente três ou quatro paginas. Já o emprestei  para duas pessoas, que leram e gostaram tanto quanto eu, podem perguntar para menina Melanie. Clique AQUI para ler o texto que escrevi sobre ele em Março do ano passado.

Vou sair um pouco da regra de indicar apenas livros e indicar alguns mangás também. Acho o mangá um grande incentivo a pessoas DE TODAS AS IDADES para começarem a ter uma rotina de leitura.
Não trate o mangá como um ''quadrinho qualquer'' voltado ao publico infantil, longe disso. Existem mangás com temática infantil, mas em sua maioria são voltados para adultos.

O primeiro é Love Hina - Ken Akamatsu.
É meio antigo, porém, EXCELENTE. Foi um dos primeiros mangás que conheci na minha adolescência.  Ele faz o gênero comédia-romance. Começa com um mal entendido e termina com cenas de um casamento. Tenho guardado até hoje algumas edições, são minhas relíquias.

O segundo é High School of the Dead - Satou Daisuke
Esse descobri ano passado, mas deve ser 'antigo'. Faz o gênero ação-suspense-terror. Se você é fã de The Walking Dead, vai gostar. Conta a historia de jovens estudantes que tentam sobreviver a algo relacionado com apocalipse zumbi. Acho o autor excelente na arte de te prender num capitulo e em te deixar curioso para ler o próximo. Detalhe: li os 27 primeiros capítulos em um dia (#sou #desses).

Quem quiser ler mais mangás, de diferentes temas e com histórias para todos os gostos, indico o Central de mangás. Se alguém quiser incentivar o mangá brasileiro, lendo, comentando, comprando, etc, indico o Pirates!, o Sigma Pi e o Vidas Imperfeitas (que não é mangá, mas é ótimo).

Não vou conseguir indicar 10 blogueiros, então vou indicar duas: Priscila, do Blog da Pri e a Flávia do Porque foi comigo

sábado, 26 de janeiro de 2013

10 musicas para ouvir durante o carnaval

Estava passando aleatoriamente pelo Facebook, quando a ''manola'' Priscila compartilhou uma imagem sobre os preparativos para o carnaval, que consistia em: internet, cama, filmes e chocolate. Eu acrescentaria musica, livros e series nessa lista.

Se você é como eu, que não gosta do carnaval em si em sim do feriado que ele nos proporciona, resolvi listar 10 musicas para escutar nesse período em que musicas de três ou quatro palavras entram e só saem da nossa cabeça no próximo ano.

Ps.: Essa lista é estritamente pessoal.
Ps2.: O carnaval é meu, escuto o que eu quiser. HAHAHAHAH
Ps3.: São musicas para ficar em casa, curtindo a nostalgia e esquecendo do que acontece da porta pra fora.
Ps4.: #Depressões

1- Jason Mraz - Living In The Moment
Eu estou me libertando das coisas que fiz, deixei meu passado passar e agora estou me divertindo mais. Estou me desapegando dos pensamentos que não me tornam mais forte, e eu creio que esse jeito pode ser o mesmo para todos.

2 - Adele - One and Only
...Só Deus sabe por que levou tanto tempo para deixar minhas dúvidas partirem...

3 - The Script - Six Degrees Of Separation
Primeiro, você pensa que o pior é um coração partido
O que vai matar você é a segunda parte
Terceiro, é quando seu mundo se divide ao meio
Quarto, você vai pensar que se curou
Quinto, você vê a pessoa com alguém
E sexto, é quando você admite: pode ter feito alguma coisa errada



4- Ellie Goulding - Anything Could Happen



5 - Maroon 5 - Daylight



6 - Bruno Mars - It Will Rain
Se você for me deixar, deixe alguma morfina em minha porta. Porque vai ser preciso muita medicação para perceber que o que nós tínhamos, não temos mais...


7 - Yellowcard - Awakening


8 - Colbie Caillat - Brighter Than The Sun


9 - Swedish House Mafia - Save The World

10 - Professor Green feat. Emeli Sande - Read All About It


A menina Minne, do Aquele velho bla bla bla de sempre, me convidou para participar do meme entre blogs para incentivo a leitura, aproveitarei o ensejo e farei o proximo post com dicas de livros para ler durante o carnaval.