sexta-feira, 31 de maio de 2013

Hey Judes


Ando num momento tão complicado, que sumir daqui foi, apenas, um detalhe. Ando pensando e repensando em tantas coisas, que posso explodir a qualquer momento. Me irrito fácil e perdendo a paciência com frequência. Talvez seja a fase de desemprego e o desespero de querer fazer algo e, ainda, não poder. Mas aí lembro que o tempo resolve tudo e, se demora, vai valer a pena quando aparecer.

Voltei pro inglês. Fiz mais alguns módulos da pós. Comprei três livros de um assunto que gostei de estudar durante uma explicação de um professor. Me inscrevi num concurso, e aí a coisa começou a ir pra níveis que não estou conseguindo controlar.

Concurso para professor universitário, onde pediam apenas a graduação como titulação para se candidatar a vaga. Pensei 30 vezes antes de me inscrever, alguns amigos me apoiaram e resolvi dar a cara a tapa. O problema veio depois, quando comecei estudar. Adoro a matéria que escolhi, mas né: A PROVA DIDÁTICA TA AÍ PRA MATAR QUALQUER UM DO CORAÇÃO. Na etapa da prova didática, eles sorteiam um tema e dão 24 horas pra gente preparar uma aula sobre e apresenta-la a uma banca. Isso tem tirado meu sono, meu sossego e tudo de bom que poderia restar. Pensei, repensei e coloquei na balança o dinheiro que gastei pra me inscrever, mas, ainda, acho que mais vale a paz dentro da gente que um dinheiro gasto pra alguma coisa. Não farei. Desisti. Pulei fora. Larguei mão. Abandonei.

Acho que não ando preparado pra algo tão alto, talvez seja um passo maior do que eu poderia dar. Sonho um dia possuir um cargo assim, tenho esse desejo desde o primeiro ano da faculdade, mas tudo em seu tempo. Quando chegar a minha hora, me sentirei mais seguro e menos conflitante com tudo isso.

Trilha sonora [AQUI]

''E sempre que você sentir a angústia, contenha-se
Não carregue o mundo em seus ombros'' JUDE, Hey. The Beatles

9 comentários:

  1. #vemcádáumabraçoamg!
    acho digno, se você não se sentia a vontade pra fazer, isso mesmo...
    e sim, não se preocupe, tudo a seu tempo!
    vai chegar a hora em que você vai se sentir seguro e tranquilo para enfrentar algo assim! (:

    beajs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que seja isso mesmo, né Pri =/

      Beaj

      Excluir
  2. É por aí man, é por aí...Ando devagar ultimamente, por ta cheio de dúvidas também e medo, e mais um monte de coisas. Mas no fim, ficaremos todos bem. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E essa é nossa esperança: ficarmos bem no final.

      Abraço

      Excluir
  3. Cara, bem bacana o seu blog. Gostei bastante. Fique bem e pensamento positivo sempre. Basta acreditar e tudo muda e acontecem como queremos. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o jeito é acreditar e aprender ter paciência para esperar. HAHAHAHAHAHAH

      Abraço e obrigado pela visita

      Excluir
  4. Eike saudade.
    Marcelo, vei, eu te entendo taanto que você nem imagina, e olhe que eu tô fazendo mil coisas, mas parece sempre que algo está faltando, eu era monitora no meu colégio e recebia pra isso, uma grana boa pra o que eu fazia, inclusive, mas esse ano acho que vou mesmo é ficar desempregada porque tenho que completar as minhas horas de estágio e estou fazendo isso através de um projeto que é muito legal, mas não me paga nada. Tô me sentindo uma escorada, vagabunda, com o perdão da palavra. Trabalhar agora não dá, e eu sei disso, mas parece que a vida tá passando e eu ficando pra trás. Embora eu saiba que não é bem assim, me bate essa sensação, exagerada? Magina. Aí eu lembro que eu já consegui bastante coisa, e que sempre há tempo, espero. Pra levantar o astral ainda tem uma menina aqui na rua que é da minha idade, tem um filho nas costas e passa o dia todo na porta vendo a vida passar, não se interessa por nada e ainda joga tudo nas costas dos pais. Ou seja, eu tô indo na calma, mas devo estar no caminho certo, né possível.
    Essa prova foi muito cara? Eu também acho que se você não tava seguro com isso, era melhor deixar pra uma próxima vez, não adianta sair atropelando as coisas, já deu pra perceber aqui que você ama o que faz, e esse é um início maravilhoso, tenho certeza que seus problema$ pe$$oai$ vão tudo simbora.
    E essa música é a coisa mais linda pra frear a gente, vamo com calma, Jude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desistir de correr atrás, JAMAIS, né. A gente sonha muito pra simplesmente deixar algumas coisas estragarem tudo. Mas ó, tadi ficil. HAHAHAHAHAHAHAHAHA
      A prova nem foi tão cara, mas minha família surtou quando disse que não iria mais fazer, falaram pra eu enfrentar, que a gente não pode desistir fácil das coisas, MAS NÉ. Desisti e ponto.

      Beijo

      Excluir
  5. Armaria Celo, fazia tempo que vinha aqui.. mas mesmo estando aqui por muitas vezes é impossívi num achar que esse menina Marcelo me perselgui só pode, porque escrever de tudo que passa na minha vida assim, só pode ser detetive e me seguir^^
    Marcelo, sei bem como você esta se sentindo, porque estou na mesma vibe(#tamojunto). Bem sabemos que "tudo tem seu tempo determinado" e parece frase "arrudiada" mas as coisas acontecem quando tem que acontecer (avi e falo isso pra mim tmb)! Adorei o texto (como sempre e blablabla) fiii um xero em tu :)

    ResponderExcluir